Os bastidores da cobertura policial de um jeito que você nunca viu

PF: hackers pescam dados de cartões em sites e faturam R$ 125 milhões

Segundo a PF, os investigados invadem sites de lojas para furtar dados de cartões de crédito

atualizado 09/08/2022 10:56

PF/Divulgação

A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (9/8), a Operação Singular 2 a fim de apurar a ação de uma quadrilha especializada em fraudes virtuais. Os criminosos atuam em todo o país, por meio da deep web, e já movimentaram R$ 125 milhões.

São cumpridos 14 mandados de busca e apreensão e 16 de prisão preventiva nos estados de São Paulo, Ceará, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul.

Segundo a PF, os investigados estariam invadindo sites de lojas para furtar dados de cartões de crédito armazenados nos bancos de dados dos e-commerces. Ainda de acordo com a corporação, esses cartões estariam, posteriormente, sendo vendidos em site mantido pelos investigados na própria internet.

Os dados são usados para compras fraudulentas, gerando grande prejuízo ao comércio e às instituições bancárias.  Os valores obtidos com o esquema criminoso são movimentados, principalmente, em criptoativos, os quais são alvos de busca nesta terça como forma de descapitalizar a organização criminosa.

Durante as buscas, os policiais localizaram dinheiro em espécie, um arsenal de armas e munições, além de máquinas de cartão e eletrônicos.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

Os suspeitos poderão responder pelos crimes de organização criminosa, cujas penas são de três a oito anos de reclusão; bem como de furto qualificado, com penas de 2 a 8 anos de reclusão.

Mais lidas
Últimas notícias