Os bastidores da cobertura policial de um jeito que você nunca viu

Megaoperação apreende 309kg de crack e detém 128 pessoas no DF

Das 50,2 toneladas de drogas apreendidas, a Região Centro-Oeste registrou o maior volume no país, de 22,6 toneladas

atualizado 19/07/2022 13:33

Mirelle Pinheiro/Metrópoles

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) divulgou o balanço da Operação Narco Brasil, realizada entre 27 de junho e 6 de julho, em 26 estados e no Distrito Federal. Somente no DF, 128 pessoas acabaram presas. No total, a polícia apreendeu 309kg de crack.

Das 50,2 toneladas de drogas no Brasil, a Região Centro-Oeste registrou o maior volume, com 22,6 toneladas. As forças de segurança da capital também apreenderam 1,1 mil unidades de entorpecentes sintéticos, com 884,58kg de ecstasy e 242kg de LSD.

O Mato Grosso do Sul aparece como o estado com maior apreensão de drogas: 17,5 toneladas de maconha; 65,35kg de cocaína; e 3,55kg de crack. Em Goiás, foram 3.573kg de maconha; 655 comprimidos de ecstasy; 122 unidades de LSD; 61,59kg de cocaína; e 18,46kg de crack.

No DF, foram apreendidos 309,4kg de crack; 232kg de cocaína; 197,7kg de maconha; 172 unidades de ecstasy; 120 microsselos de LSD; e 22 comprimidos de anfetaminas.

A operação também fez prisões em Mato Grosso (313), Mato Grosso do Sul (274), Goiás (224) e Distrito Federal (128). Em toda a Região Centro- Oeste, também houve a apreensão de 87 menores de 18 anos, sendo 27 no DF.

Armamento e abordagens

Durante a Operação Narco Brasil, foram apreendidas 90 armas na Região Centro-Oeste. No Distrito Federal, os policiais recolheram 15 revólveres, 10 pistolas, três espingardas e 353 projéteis.

Coordenada pelo MJSP, a Narco Brasil teve a participação de Secretarias de Segurança Pública, além das polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal. A ação ocorreu no período da Semana Nacional de Combate às Drogas, celebrada, anualmente, na quarta semana de junho.

Mais lidas
Últimas notícias