MPF pede inquérito para apurar fala de Piquet em ato bolsonarista

O tricampeão da Fórmula 1 Nelson Piquet aparece em vídeo com apoiador de Jair Bolsonaro e diz: "E Lula lá no cemitério”

atualizado 03/11/2022 22:17

Reprodução/ Redes Sociais

O Ministério Público Federal (MPF) pediu a abertura de um inquérito policial contra Nelson Piquet. Segundo o órgão, o tricampeão da Fórmula 1 proferiu, em um vídeo, declarações que estimulam a deposição do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e a prática de violência contra o político.

O vídeo em questão foi filmado nessa quarta-feira (2/11) em uma manifestação bolsonarista contra os resultados das eleições 2022. Com um apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL), Piquet, que é morador do Distrito Federal, aparece e diz: “Tudo em paz, vamos botar esse Lula filho de uma p*** pra fora. E Lula lá no cemitério”.

Para o MPF, as declarações de Piquet aparentam não se limitar a meras expressões de opinião a respeito do governo eleito, mas são formas concretas de incitação dirigida à população em geral. O órgão ressalta que ele é pessoa de notoriedade pública e que, por isso, deveria saber que suas declarações têm o potencial de alcançar centenas de milhares de pessoas.

O despacho do ministério destaca que a manifestação crítica aos poderes não é o problema, mas,  quando há possível prática de incitação a crime de violência, o Ministério Público deve interferir investigando o caso.

Segundo o MPF, Nelson Piquet será chamado para oitiva na Polícia Federal, assim como a pessoa que gravou o vídeo e o local e o horário em que a gravação foi realizada também deverá ser esclarecido.

Mais lidas
Últimas notícias