metropoles.com

SPU define regras para regularização de terras da União

Governos poderão regularizar áreas sociais e de interesse específico, como o Trecho 2 de Vicente Pires, Nova Colina e condomínios no DF

atualizado

Compartilhar notícia

Rafaela Felicciano/Metrópoles
Predios irregulares – vicente pires
1 de 1 Predios irregulares – vicente pires - Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

O governo federal definiu as regras para a regularização fundiária urbana (Reurb) dos terrenos da União ocupados em todo Brasil. No caso do Distrito Federal, a regulamentação é necessária para legalizar ocupações no Trecho 2 de Vicente Pires, Nova Colina, Vivendas Lago Azul e Vivendas Bela Vista.

O processo de regularização é dividido entre áreas carentes, de interesse social (Reurb-S) e ocupados por pessoas com poder aquisitivo, de interesse específico (Reurb-E). As regras foram oficializadas na Portaria Nº 2.826, de 31 de janeiro de 2020. Documento foi assinado pela Secretaria de Patrimônio da União (SPU) e publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (10/02/2020).

A portaria complementa a Lei nº 13.465, de 11 de julho de 2017. O Reurb-S contempla os ocupantes com renda familiar mensal de até cinco salários mínimos e que não sejam proprietários de outro imóvel, urbano ou rural. Nestes casos, o governo local poderá conceder ou doar as terras. O Reurb-E abrange as demais famílias, com maior poder aquisitivo. A transferência deste grupo poderá ser por concessão ou venda.

Segundo a presidente da União dos Condomínios Horizontais e Associações de Moradores do DF (Única), Júnia Bittencourt, a regulamentação é um passo, mas não é solução definitiva para a regularização. “A União não está transferindo nada diretamente para os proprietários”, pontuou. Agora, governos estaduais e municipais precisam definir e lançar os programas para regularizar os terrenos.

Marco legal

O marco legal para a Reurb é 22 de dezembro de 2016. Ou seja, o processo será possível para imóveis construídos até esta data. De acordo com Júnia, caso o proprietário tenha adquirido a propriedade após este limite deverá apresentar os documentos da sessão de direitos para comprovar o ano de construção.

O Trecho 2 de Vicente Pires tem moradores com condições de inclusão no Reurb-S e Reurb-E. A população de Nova Colina apresenta perfil carente. Por outro lado, Vivendas Lago Azul e Vivendas Bela Vista estão classificados como áreas de interesse específico.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comDistrito Federal

Você quer ficar por dentro das notícias do Distrito Federal e receber notificações em tempo real?

Notificações