“A gente vai fiscalizar cada passo de Ibaneis”, diz Renata Amaral

A advogada concorre ao comando da entidade com candidatos de outras três chapas. Eleição será na próxima quinta-feira (29/11)

Igo Estrela/MetrópolesIgo Estrela/Metrópoles

atualizado 23/11/2018 18:12

Única mulher na disputa pela presidência da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional do Distrito Federal (OAB-DF), Renata Amaral disse que, se eleita, irá acompanhar a gestão do ex-presidente da entidade Ibaneis Rocha (MDB) no Palácio do Buriti. “A gente vai estar bem pertinho do governador, fiscalizando cada passo que ele dá”, afirmou.

A advogada argumentou que a Ordem precisa ajudar os governantes na proposição e elaboração de políticas públicas “para construção de normas que de fato atendam aos anseios da sociedade”. Ela afirmou que a instituição se afastou do seu papel constitucional. “É muito simbólico você defender o estado democrático de direito. Tem por obrigação fiscalizar o poder público e ser a voz da sociedade.”

Renata Amaral criticou, ainda, a falta de transparência nas contas da OAB-DF, a que considerou uma “caixa preta”. “O que está no site não garante transparência, são balanços trimestrais”, apontou.

Registrada nos últimos minutos, a chapa Ordem Democrática é composta majoritariamente por mulheres. Apesar de figurar como candidata à presidência da Ordem, Renata diz que a proposta é de uma gestão partilhada com o grupo.

Assista:

A chapa defende uma OAB-DF plural e que atenda à minorias. Entre as propostas, criação de creches para filhos de advogados e isenção de anuidade para gestantes no ano de nascimento da criança. Também propõe a criação das comissões de advocacia negra e de políticas de drogas.

Perfil
Renata Amaral é sócia do primeiro escritório de advocacia feminista do Distrito Federal. A banca coleciona casos importantes no enfrentamento à violência contra as mulheres. A candidata atuou nas Comissões de Assuntos Constitucionais e da Mulher Advogada da OAB-DF, na gestão 2013-2015, onde era conselheira seccional.

Eleição
A votação para o comando da entidade está marcada para a próxima quinta-feira (29/11), das 9h às 17h, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Segundo a OAB-DF, mais de 30 mil advogados estão aptos a participar do pleito.

A disputa conta com quatro chapas. Além de Renata Amaral, concorrem ao cargo os advogados Jacques Veloso, Délio Lins e Silva Júnior e Max Telesca.

Últimas notícias