Saiba quanto custarão ingressos para o Parque da Chapada dos Veadeiros

Licitação abrange serviços de recepção de visitantes, venda de ingressos, alimentação, loja de conveniência e espaço de campismo

Suzano Almeida/MetrópolesSuzano Almeida/Metrópoles

atualizado 22/11/2018 20:46

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) realizou, na tarde de terça-feira (20/11), a sessão de abertura dos envelopes referentes ao edital de licitação de serviços de apoio à visitação no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (GO).

Segundo o ICMBio, o preço da entrada vai variar de R$ 3 a R$ 33. O menor valor será para os moradores da região. Demais brasileiros vão desembolsar R$ 17, enquanto os estrangeiros de países do Mercosul pagarão R$ 25. A tarifa para visitantes de outras nações será de R$ 33. A cobrança começa no segundo semestre de 2019. Hoje, a entrada é gratuita.

Após análise das propostas das três empresas interessadas na concessão dos serviços, saiu vencedor o Consórcio Sociparques, representado pela Socicam (empresa líder). As demais propostas foram apresentadas pelas companhias Hope e Iprodesc/Vallya.

A comissão de licitação voltará a se reunir no dia 10 de dezembro para avaliar eventuais recursos e dar prosseguimento aos trâmites para assinatura do contrato. O resultado do certame foi publicado na edição de quarta-feira (21) do Diário Oficial da União.

Licitação
A licitação foi lançada pelo ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte, no mês passado, durante feira de esportes de aventura, em São Paulo. Ela abrange serviços de recepção de visitantes, venda de ingressos, alimentação, loja de conveniência, espaço de campismo das Sete Quedas e transporte interno.

“Estamos fazendo concessões daquilo que não é próprio de governo. O contrato é para garantir a excelência na qualidade do atendimento aos visitantes, para termos um turismo qualificado, baseado na busca por espaços naturais, que é o que mais cresce no mundo”, afirmou o ministro, no evento de lançamento da concorrência.

Investimentos
De acordo com o edital, caberá à empresa contratada a realização de investimentos em torno de R$ R$ 2,2 milhões. Além da melhoria da infraestrutura de apoio aos visitantes, ela terá que implementar e manter exposição permanente no Centro de Visitantes sobre as riquezas naturais do parque e garantir a adequação das vias de acesso internas, das trilhas e da sinalização.

A empresa terá ainda que construir galpão rústico e banheiro seco na área de camping das Sete Quedas, uma sequência de pequenas cachoeiras no interior do parque; reformar o alojamento de pesquisadores, brigadistas e voluntários; montar banheiro no atrativo das Corredeiras; e implementar plano de gestão de segurança do parque. (Com informações do ICMBio)

Últimas notícias