Parque da Chapada dos Veadeiros passará a cobrar entrada de visitantes

Com essa decisão, a entrada, gratuita até a publicação de portaria do ICMBio, varia entre R$ 3 a R$ 30

Giovanna Bembom/MetrópolesGiovanna Bembom/Metrópoles

atualizado 03/10/2018 20:06

O Instituto Chico Mendes de conservação de Biodiversidade (ICMBio) publicou no Diário Oficial da União (DOU) portaria que determina cobrança de entrada no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros e atualiza os valores cobrados em outros 16 parques nacionais. Na mesma decisão, o ICMBio aumenta o valor de entrada da Água Mineral de Brasília. Com a medida, moradores do Distrito Federal pagam R$ 14 e estrangeiros desembolsam R$ 28.

A mudança de valores é válida a partir de 1º de novembro. Com essa decisão a entrada no parque da Chapada, gratuito até a publicação, varia entre os valores de R$ 3 e R$ 30. Informação divulgada por dirigente do órgão federal informa que as taxas, no caso da unidade de conservação de Goiás, só serão cobradas a partir de 2019. A taxa mínima será exigida apenas de pessoas consideradas moradoras do entorno da região, e a mesma lógica do desconto será usada na Água Mineral.

A tabela com as alterações mostra que as entradas podem ter diversos descontos. No caso da Chapada, o desconto é para residentes próximos, mas há também outros abatimentos a depender do parque. Por exemplo, pessoas com nacionalidade de países integrantes do Mercosul contam com benefício no Parque Nacional do Iguaçu e pelo menos mais 8 unidades de conservação federais.

Também foram abertos editais de concessão de alguns serviços para a iniciativa privada em 11 parques nacionais administrados pelo ICMBio. O primeiro edital foi lançado no final de agosto para o Parque Nacional do Pau Brasil, que fica em Porto Seguro (BA).

Ainda serão lançados editais para os parques da Chapada dos Veadeiros (GO), Lençóis Maranhenses (MA), Itatiaia (RJ), Caparaó (MG), Jericoacoara (CE) e da Serra da Bodoquena (MS), além da Chapada dos Guimarães (MT), Serra da Canastra (MG), Aparados da Serra e Serra Geral (RS) e Floresta Nacional de Canela (RS).

Últimas notícias