Turistas do DF ficam ilhados após chuva na Chapada dos Veadeiros

Tromba d'água assustou dez pessoas, entre elas, crianças. Socorristas do Ibama resgataram o grupo e ninguém se feriu

atualizado 22/10/2018 11:33

MATERIAL CEDIDO AO METRÓPOLES

Um grupo de turistas do Distrito Federal ficou ilhado no Poço das Esmeraldas, na Chapada dos Veadeiros, em Alto Paraíso (GO), a 238km de Brasília, por causa de fortes chuvas. A precipitação elevou o nível do rio e uma tromba d’água se formou. Isso impediu que dez pessoas – entre elas, crianças – saíssem do local até a chegada de bombeiros.

O incidente ocorreu no sábado (20/10), à tarde. Parte do grupo tentou atravessar o rio, mas caiu nele. Dois brigadistas do Parque Chapada dos Veadeiros socorreram os turistas após três horas. Um deles, Ismael Soares, filmou o resgate e divulgou o vídeo nas redes sociais. Ninguém se feriu.

Veja o resgate dos turistas:

 

As imagens mostram quando o trio usa um cipó para auxiliar os turistas na passagem pela corredeira, até subirem em uma pedra. O chefe da brigada do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) em Alto Paraíso, o guia turístico Raphael Brigato, socorreu o grupo. Ele contou que parte dos turistas estava em pânico.

“Fomos acionados pelo Corpo de Bombeiros de Planaltina de Goiás para atuarmos no resgate até a chegada deles, pois levariam muito tempo para estar no local. Vimos pessoas, inclusive, crianças, passando mal, com medo e apreensivos. Logo depois, começamos o resgate”, relatou. Segundo ele, o nível do rio subiu em cerca de três minutos.

0

Brigato aconselha os turistas a fazerem marca em pedra, na altura do nível da água. “É importante acompanhar se o rio está subindo ou não. Se aumentar, é preciso sair da água imediatamente, porque vai se formar tromba d’água”, recomenda.

O comandante do Corpo de Bombeiros de Goiás em Planaltina (GO), capitão Pedro Neri, conta que a corporação foi acionada. Porém, no trajeto, recebeu a informação de que os turistas estavam a salvo. Ele destaca a importância de se evitar poços e cachoeiras em épocas chuvosas. “É fundamental manter a calma e procurar local seguro até o volume de água baixar. Só então se deve tentar fazer a travessia”, salienta.

O bombeiro ressalta, também, a importância da companhia de pessoas que conheçam a região e suas características.

Últimas notícias