Médico do Hran é isolado após ser diagnosticado com coronavírus

Segundo Sindicato dos Médicos e Tribunal de Justiça, o profissional está em casa. Ele atende também no TJDFT

Homem de costas para uma janela no Hospital Regional da Asa NorteIgo Estrela/Metrópoles

atualizado 19/03/2020 19:06

Um médico do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) e do Hospital Regional da Asa Norte (Hran) foi diagnosticado com o novo coronavírus. A unidade de saúde é referência local no tratamento da doença.

Segundo o vice-presidente do Sindicato dos Médicos do DF (SindMédico-DF) e secretário-geral da Federação Nacional dos Médicos (Fenam), Carlos Fernando da Silva, o homem infectado está bem e cumpre o isolamento.

“Ele acabou de voltar de viagem ao exterior”, explicou Silva. Embora tenha chegado de Boston (EUA), ainda não é possível saber onde o médico se contaminou com a doença.

“O TJDFT informa que tão logo teve conhecimento de que o profissional apresentava sintomas gripais, por informação do próprio médico, imediatamente o colocou em isolamento”, informou o tribunal em nota.

A Corte assegurou que segue o protocolo de atendimento da Organização Mundial da Saúde (OMS) para a Covid-19, utilizando todos os equipamentos de proteção individual. O TJDFT suspendeu audiências.

“Registra ainda que os atendimentos médicos eram realizados em salas ventiladas e higienizadas e que a todos os pacientes que relatavam sintomas da doença eram oferecidas máscaras já na recepção”, completou.

A Secretaria de Saúde do DF, em nota, afirmou que “o profissional apresenta sintomas da doença (Covid-19) sem indicação de internação hospitalar e encontra-se em isolamento domiciliar”.

O DF tem 42 casos da doença.

Últimas notícias