Linha de frente: PCDF prende quadrilha que roubava e adulterava carros de luxo

A ação da polícia é desdobramento da Operação Marco Zero, deflagrada em agosto deste ano pela Polícia Civil do DF

atualizado 28/09/2021 8:16

Presos sendo transportadosReprodução/Vídeo

Na manhã desta terça feira (28/9), a Divisão de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos da Polícia Civil (Corpatri/PCDF) deflagrou a Operação Linha de frente. Foram cumpridos três mandados de prisão preventiva em desfavor dos autores do roubo de um veículo de luxo, em Samambaia, no início do ano, além de dois mandados de busca e apreensão.

O grupo preso contou com o auxílio de dois comparsas para adulterar os sinais identificadores do carro. A ação da polícia é desdobramento da Operação Marco Zero, deflagrada em agosto. À época, os policiais identificaram e prenderam uma organização criminosa responsável por diversos roubos e furtos de veículos na capital federal. Parte dos investigados era especializada em adulterar os sinais identificadores dos automóveis para garantir a ocultação da origem ilícita.

A investigação demonstrou que a organização era estruturada em três núcleos. O primeiro, formado pelos líderes, teria a função de planejar e organizar os roubos, escolhendo os veículos, os participantes do crime, assim como definindo a destinação dos carros subtraídos.

O segundo núcleo, composto pelos executores, teria a missão de, efetivamente, praticar os roubos. No terceiro núcleo estavam os adulteradores dos sinais identificadores dos veículos, os quais, dentro do esquema, eram responsáveis por viabilizar a circulação e comercialização dos carros.

Os infratores presos na manhã desta terça podem receber pena de até 10 anos de reclusão.

Últimas notícias