*
 

Entre os milhares de manifestantes que ocupam o gramado da Esplanada dos Ministérios, há dezenas de políticos da esquerda. A presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, disse que o Supremo Tribunal Federal (STF) não está decidindo o futuro do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas, sim, o do respeito à democracia.

“Não estamos aqui para criticar o STF, mas para garantir o papel constitucional dele”, afirmou. A tropa de choque de parlamentares alinhada ao ex-presidente também conta com a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM): “A esses que estão saudosos da ditadura militar, não temos medo dos seus ovos”, bradou.

Outros parlamentares de oposição acompanham o ato pro-Lula: senadores Fátima Bezerra e Humberto Costa, além do líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta. Também estão presente deputados federais da bancada do PT, como Maria do Rosário, Paulo Texeira e Reginaldo Lopes. Pela Câmara Legislativa, o representante da sigla no protesto é o distrital Chico Vigilante.