*
 

O advogado Telson Luís Cavalcante tomou posse como um dos sete desembargadores eleitorais titulares do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF), nesta segunda-feira (4/6).

Nomeado pela Presidência da República em 27 de abril para a vaga de titular da Corte, Telson é a terceira mudança na composição do Tribunal a poucos meses das eleições.

Essa não é a primeira vez que Telson integra a Corte. Ele já foi desembargador eleitoral substituto, e atuou como vice-diretor da Escola Judiciária do DF. Também foi presidente das comissões de Saúde, de Segurança e de Reforma do Regimento Interno do TRE-DF.

O advogado entra na vaga antes ocupada pelo desembargador eleitoral Everaldo Ribeiro Guedes Filhos, que concluiu seu mandato no TRE-DF. Telson Cavalcante ficará no cargo por dois anos.

“É importante que os candidatos saibam que não adianta apenas ganhar no voto. É preciso respeitar as leis eleitorais. Teremos um ano difícil. Temos fake news, prazos menores para as eleições, contas, proibição de doação de empresas e ânimos acirrados entre os eleitores. Tudo isso neste ano, e o TRE-DF estará atento para conduzir esse processo”, afirmou Telson Cavalcante.

O novo desembargador eleitoral criticou, indiretamente, o fato de o Congresso Nacional não ter, desde os protestos de 2013, realizado uma reforma política consistente. Ele destacou ainda que o grande número de partidos no Brasile disse que os presidentes das siglas fazem do processo eleitoral uma “partidocracia”.

O desembargador eleitoral pediu também que as pessoas pratiquem a tolerância, especialmente em relação aos debates políticos e ideológicos.

Ausências
O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) havia confirmado em sua agenda presença na posse de Telson Cavalcante, porém, enviou o secretário-chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio, em seu lugar. Até a última atualização deste texto, a assessoria do governador não tinha informado o motivo da ausência do chefe do Executivo.

Outra ausência foi a do presidente da Câmara Legislativa, Joe Valle, que até enviou seu cerimonial, mas, atrasado, desistiu de comparecer.

Único nome a disputar as eleições presente na solenidade, o distrital Raimundo Ribeiro (MDB) explicou que o presidente da CLDF estava em uma reunião e acabou não conseguindo participar.

Responsável pela nomeação do novo juiz titular, o presidente Michel Temer (MDB) também não compareceu à posse de Telson Cavalcante. Em seu lugar, esteve presente o ministro dos Direitos Humanos da Presidência da República, Gustavo do Vale Rocha.

Renovação
A renovação da atual composição da Corte começou em 23 de abril, quando a desembargadora Carmelita Brasil se tornou a segunda mulher a ocupar a presidência do TRE-DF. Ao lado dela, foi empossado, na vice-presidência e na corregedoria, o desembargador Waldir Leôncio.