Homem é condenado a 17 anos de prisão por matar mulher a pauladas

Em 2015, no DF, Henrique Lima da Silva agrediu Maria Helena Alves com vários golpes na cabeça para que ela não o denunciasse por agressão

Divulgação

atualizado 27/11/2019 14:41

O Tribunal do Júri de Ceilândia condenou Henrique Lima da Silva a 17 anos e seis meses de prisão, em regime fechado, por matar a pauladas Maria Helena Alves Folha, após uma discussão, em 2015.

No dia do crime, a vítima, o réu e outras pessoas estavam na casa de um vizinho, em Ceilândia Norte, ingerindo bebidas alcoólicas, quando se inciou uma discussão entre os dois e uma terceira pessoa. Henrique teria, então, fechado a porta da residência e começado a agredir a vítima.

O homem afirmou que mataria Maria Helena para que ela não o denunciasse. Em seguida, pegou um pedaço de madeira e a agrediu com diversos golpes na cabeça, fugindo do local.

Na denúncia, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) afirmou que o crime ocorreu por meio cruel, visto que Henrique impôs à vítima sofrimento inútil e desnecessário. Além disso, o crime foi praticado para encobrir a agressão anterior.

Os jurados acolheram a denúncia do MP, em 21 de novembro, destacando ainda que Henrique tem outras duas sentenças penais condenatórias com trânsito em julgado. Preso, o homem não poderá recorrer em liberdade. (Com informações do TJDFT)

Últimas notícias