*
 

Logo após o desfile de 7 de Setembro, um grupo de manifestantes saiu da frente do Museu da República em direção ao Congresso Nacional para protestar contra o governo Michel Temer (PMDB). O Grito dos Excluídos, organizado pelas pastorais da Igreja Católica e por movimentos sociais, reuniu cerca de 1 mil pessoas, segundo os organizadores.

Manifestantes marcharam até o Congresso Nacional cantado músicas politizadas, paródias e gritos de ordem. Nas mãos, carregavam faixas temáticas com dizeres pedindo a saída do presidente e levando a mensagem de grupos considerados minoritários no país.

“Neste dia, queremos mostrar que a verdadeira independência é aquela em que o país inclui todos e todas”, disse Eduardo Luiz Zen, um dos coordenadores do movimento. “Queremos mostrar que o povo não reconhece o governo Temer”, completou.

Sem tumulto
Pacificamente, os manifestantes marcharam pela Esplanada dos Ministérios escoltados por forte policiamento. “Aqui só tem pessoas de cabelo branco, estamos em paz. A polícia veio com camburão, com spray de pimenta. O governo está com medo dos opositores, do povo e dos manifestantes”, afirmou a professora Elisa Carneiro, 54 anos.

Mariana Rosa

A professora Elisa Carneiro considera o governo Temer ilegítimo

 

Entre os gritos estava o do procurador federal Lomar Bahia, 50 anos. Ele protestava contra o ajuste fiscal feito em cima das classes médias e baixas. “Nos Estados Unidos, o ex-presidente Obama taxou os mais ricos e gerou renda com isso. No Brasil está acontecendo o contrário”, opina.

Além de pedir o “Fora, Temer”, os manifestantes eram contra a proposta de privatização, especialmente da Eletrobras, em favor dos direitos das mulheres, mais proteção à Amazônia, e clamando “Diretas Já”.

Mariana Rosa

“O Temer é tão arrogante que veio ao desfile de carro fechado com medo de tomar ovada na cara. Ele precisa sair”, afirmou Sônia Palhares, 56, servidora pública

 

Antes da marcha, os brasileiros assistiram ao desfile em comemoração à Independência do Brasil. Confira vídeo da manhã do dia 7 de setembro na Esplanada dos Ministérios:

 

 

COMENTE

7 de setembroesplanada dos ministériosfora temergrito dos excluídos
comunicar erro à redação

Leia mais: Distrito