GDF estuda tornar uso de máscaras obrigatório para saída nas ruas

O secretário de Saúde, no entanto, afirmou que só decidirá sobre a medida após discutir o tema e constatar que há equipamentos para todos

atualizado 16/04/2020 6:14

pessoa de máscara em preto e brancoTai's Captures/Unsplash

A possibilidade de tornar obrigatório o uso de máscaras para a população do Distrito Federal sair às ruas é estudada pela Secretaria de Saúde como mais uma tentativa de diminuir a disseminação do coronavírus.

Em coletiva realizada na tarde desta quarta-feira (15/04), o secretário-chefe da pasta, Francisco Araújo, afirmou que a discussão vem sendo realizada e só será tomada se houver segurança quanto à determinação.

Araújo foi questionado por jornalistas se a mesma prática adotada em Minas Gerais, que determina o uso do equipamento para a circulação nas ruas, com a proibição de entrar em estabelecimentos sem o uso da proteção, seria adotada no DF.

Francisco Araújo respondeu que “não adianta colocar a obrigatoriedade de máscaras se não as tivermos para toda a população”.

O secretário ainda ressaltou que as medidas no DF serão tomadas com segurança e embasamento técnico. A capital tem, até o momento, 682 casos da doença e 18 mortes.

Últimas notícias