GDF ativa 20 leitos de UTI no Hospital de Ceilândia

Apesar disso, ocupação na capital continua alta e chegou a 97,5% dos leitos preenchidos nesta quinta-feira

atualizado 05/03/2021 0:46

Hospital Regional de CeilândiaRafaela Felicciano/Metrópoles

A Secretaria de Saúde (SES) ativou 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) voltados para pacientes com Covid-19. Os novos leitos foram abertos no Hospital de Ceilândia (HC), antigo Hospital de Campanha de Ceilândia, nessa quinta-feira (4/3).

Com mais essa ativação, o DF chega a ofertar 272 leitos de UTI Covid. Segundo a SES, nos próximos dias, mais leitos serão abertos. A previsão é mobilizar 221 leitos até o final do mês, conforme o cronograma iniciado no dia 26 de fevereiro.

Apesar das novas UTIs, três hospitais públicos do Distrito Federal chegaram a 100% dos leitos de UTI para pacientes com Covid-19 ocupados: Hospital de Base e os regionais de Ceilândia e da Asa Norte.

Outros cinco contratados pelo Governo do Distrito Federal e mais nove particulares também já estão lotados. No total da rede pública, a taxa de ocupação fica em 95,04%. Número pouco menor daquele registrado durante a manhã, de 97,5%.

Os dados são do painel da Secretaria de Saúde. A lista de espera por um leito continua alta na rede pública. São 32 pacientes com suspeita ou confirmação de infecção pelo novo coronavírus precisando de uma vaga e outros 18 aguardando transferência.

Em sete dias, desde o dia 25 de fevereiro, foram remobilizados 132 leitos de UTI para pacientes com Covid.

Últimas notícias