Hospital de Campanha da PM ativa 16 novos leitos de UTI Covid-19

Com mais essa ação da Secretaria de Saúde, a rede pública agora tem 252 leitos disponíveis. Nos próximos dias serão outros 139

atualizado 03/03/2021 18:19

Hospital de Campanha da PMBreno Esaki/Agência Saúde-DF

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal ativou, nesta quarta-feira (3/3), mais 16 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital de Campanha da Polícia Militar. Com a ação, a unidade hospitalar passa a oferecer 96 leitos de UTI para pacientes com Covid-19.

Até o momento, após superlotação dos hospitais com doentes infectados pela doença, a rede pública de Saúde de Brasília tem 252 leitos disponíveis para a população.

De acordo com a pasta, há uma observação do cenário epidemiológico da capital federal diante da pandemia de Covid-19. A ativação de leitos ocorre de acordo com o comportamento do vírus e da transmissibilidade, cuja taxa, avaliada semanalmente, está em ascensão.

A ativação desses leitos ocorre para que não haja desassistência para os pacientes mais graves. Até 17h, a taxa de ocupação era de 88,75% com 27 leitos vagos. Os 16 ativados nesta quarta-feira (3/4) já constam na sala de situação.

Nos próximos dias, serão abertos mais 139 leitos de UTI. Somados aos 66 abertos no último final de semana e nesta quarta, serão 221 leitos disponíveis a mais até o final do mês de março.

Hospitais de Campanha

Nesta quarta-feira (3/3), o governador Ibaneis Rocha (MDB) anunciou dois novos hospitais de campanha para atender pacientes de Covid-19. Eles serão instalados em duas cidades próximas: Gama e Santa Maria.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) será responsável pelas obras e cada unidade terá a capacidade de 100 leitos de UTI, totalizando mais 200 vagas para pacientes com os casos mais graves da Covid-19.

Últimas notícias