Flagrada pela 2ª vez, “Vovó do crack” aguardará julgamento presa no DF

Mulher foi presa em flagrante duas vezes em menos de um mês. Com a decisão judicial, ela responderá ao processo presa

atualizado 28/05/2021 13:17

pedras de crackReprodução

Foi realizada, na manhã desta sexta-feira (28/5), a audiência de custódia da mulher de 54 anos conhecida como “Vovó do crack”, presa em flagrante pela segunda vez em menos de um mês, na tarde dessa quinta-feira (27/5).

Atendendo a representação formulada, o juiz de direito converteu a prisão em preventiva. Dessa forma, não há a possiblidade do pagamento de fiança e a acusada deve ficar presa, no mínimo, até o dia do julgamento.

Na abordagem desta quinta, os agentes da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) encontraram com ela um pacote com 15 pedras do entorpecente. Anteriormente, no dia 10 de maio, em operação da PCDF para combater o tráfico na Vila Cobra Coral, na Asa Sul. No entanto, passou a responder ao caso em liberdade.

A prisão dessa quinta ocorreu na mesma ocupação. Os policiais receberam a denúncia anônima de que a “vovó do crack” continuava atuando na região, apesar de ainda ser investigada. Os agentes localizaram um dos clientes da mulher, e a partir daí chegaram ao ponto onde ela atuava.

Uma agente, após revista, encontrou o pacote com os entorpecentes.

Veja o momento do flagrante:

Além da droga, a mulher estaria com uma bicicleta furtada, que foi apreendida pelos policiais. O entorpecente foi enviado para o Instituto de Criminalística, que constatou que a substância é ilícita.

Últimas notícias