*
 

Fé, música e oração. Com esse espírito, milhares de pessoas devem participar, nesta sexta-feira (12/10), das celebrações de louvor à padroeira de Brasília e do Brasil, Nossa Senhora Aparecida. As atividades começam cedo, logo pela manhã, na Catedral Metropolitana e na Esplanada dos Ministérios, com programação diferenciada.

Às 8h30, será realizada a missa para as crianças, com direito à coroação de Nossa Senhora. Na sequência, a diversão estará garantida com festival de sorvete, sorteio de brindes e, ainda, brinquedos infláveis.

À tarde, a programação retorna às 13h com a oração do Ofício de Nossa Senhora seguida da oração do Santo Terço. Grupos de jovens e de movimentos da Arquidiocese de Brasília também farão apresentações e homenagens à padroeira. No final da tarde, acontece o momento mais esperado da festa, a Celebração da Santa Missa, às 17h.

Em 2018, a cerimônia ficará a cargo do arcebispo emérito de Aparecida, cardeal dom Raymundo Damasceno. O Arcebispo de Brasília, cardeal Sérgio da Rocha não estará presente por estar participando do Sínodo dos Bispos, no Vaticano. Também estarão na celebração os bispos auxiliares dom Marcony Ferreira, dom José Aparecido e dom Valdir Mamede, além de todo o clero de Brasília.

Procissão
Após a celebração, será realizada uma grande procissão pela Esplanada dos Ministérios, com a imagem da Padroeira. Na ocasião, serão concedidas três bênçãos: aos doentes, aos governantes e às famílias.

Para oferecer mais conforto aos fiéis, a Arquidiocese de Brasília preparou uma estrutura com banheiros químicos, praça de alimentação – que funcionará das 10h às 17h –, barracas com água potável e barracões para a venda de alimentos, além de postos do Corpo de Bombeiros, da Defesa Civil e do S.O.S Criança.

Trânsito
O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF) fará intervenções nas vias da Esplanada dos Ministérios, em razão das atividades e da procissão de Nossa Senhora Aparecida que serão realizadas em frente à Catedral Metropolitana, das 7h às 21h. Para permitir a montagem da estrutura do evento e garantir segurança aos fiéis, todos os estacionamentos da Catedral, inclusive os da Cúria, serão interditados a partir das 22h desta quinta-feira (11).

As ligações das vias S1/N1 e N1/S1, no quadrante em frente à Catedral, serão fechadas a partir das 6h30 de sexta-feira (12). A partir das 18h, o trânsito na via S1 será  desviado para a via L2 Sul. O fluxo da via L2 Sul sentido Esplanada dos Ministérios será desviado para a ligação L2 Sul/L2 Norte, conhecida como Buraco do Tatu. Na via N1, o trânsito será interditado a partir das 18h, desde a via L4 até a altura da via L2 Norte.

Durante todo o evento, equipes de fiscalização farão o controle do tráfego nas imediações da Catedral, auxiliando na travessia de pedestres, fazendo intervenções necessárias para garantir a fluidez do trânsito e coibir irregularidades. O Detran trabalha com a expectativa de liberação do trânsito somente após a dispersão total do público e limpeza das vias, previstas para as 22h.

Programação:

Manhã:
– 8h – Animação para Missa das Crianças – Altar no canteiro central da Esplanada
– 8h30 – Santa Missa de Nossa Senhora Aparecida para as Crianças
– Ao final da Missa, coroação de Nossa Senhora feita pelas crianças
– Logo após a Missa – Festival de sorvete com sorteio de brindes, além de brinquedos infláveis e Praça de Alimentação

Tarde:
– 13h – Oração do Ofício de Nossa Senhora
– 14h – Logo após o Ofício – Oração do santo terço
– 15h – Homenagem dos Jovens à Nossa Senhora
– 16h – Animação e preparação para a Santa Missa
– 17h – Missa Solene
– 18h30 – Início da Procissão das Velas com as três paradas para bênçãos da Saúde, aos Governantes e a Pátria e para as Famílias – a procissão irá até o Segundo Quadrilátero Central após a Catedral
– Ao final da procissão – Benção final no Altar Central
– Praça de Alimentação durante todo o dia no canteiro central da Esplanada

Histórico
A Festa de Nossa Senhora Aparecida é celebrada na Esplanada dos Ministérios desde 1998. Em 2017, cerca de 30 mil pessoas participaram do evento.

Desde 1717, quando a Imagem de Nossa Senhora da Conceição apareceu nas redes de três pescadores, às margens do Rio Paraíba, a devoção à Mãe de Deus sob o título de Virgem Aparecida é cada vez maior, expressando a confiança que o povo brasileiro tem na mediação maternal de Maria junto a seu filho Jesus Cristo.

A devoção tornou-se tão forte em todo o país que, em 8 de setembro de 1904, por ordem do Papa Pio X, a Imagem foi solenemente coroada e proclamada como Rainha do Brasil. A partir de então, a Imagem passou a usar oficialmente a coroa ofertada pela Princesa Isabel, em 1884, e o manto azul-marinho. O título foi confirmado mais tarde, em 1930, quando o Papa Pio XI proclamou a Virgem Aparecida Padroeira do Brasil. Ao longo desses anos, são inúmeras as graças e milagres concedidos por Deus em favor do povo brasileiro mediante a intercessão de Maria Santíssima.

Nossa Senhora Aparecida, além de padroeira do Brasil, é padroeira de Brasília. Foi escolhida na época da construção da cidade, uma vez que a devoção à Virgem sintetiza a fé de todas as pessoas que para cá vieram. A Imagem de Nossa Senhora Aparecida que fica exposta na Catedral de Brasília chegou à cidade no dia 3 de maio de 1957, após ter visitado todas as capitais brasileiras.

Em outubro de 2016, o Papa Francisco decretou o Ano Nacional Mariano. Ao longo do período, as arquidioceses realizaram atividades a fim de vivenciarem o jubileu, manifestando a devoção à padroeira do Brasil. O ano Mariano estendeu-se oficialmente até o dia 11 de outubro de 2017, porém, o encerramento na Arquidiocese de Brasília será no dia 12, com a festa.