Família encontra mulher que desapareceu após sair de casa no DF

Jéssica Serafim Figueiredo foi vista andando desnorteada pelo Lago Sul. Enfrentando problemas pessoais, jovem disse estar cansada da vida

DivulgaçãoDivulgação

atualizado 31/12/2019 11:35

A família de Jéssica Serafim Figueiredo, 27 anos, tem um motivo a mais para comemorar a virada do ano. A jovem, que havia desaparecido na noite do último sábado (28/12/2019), no Paranoá, foi encontrada na madrugada desta terça-feira (31/12/2019).

Segundo o padrasto, Carlos Antônio da Silva, 51, a enteada foi vista perambulando pelo Lago Sul por um homem que a reconheceu nos pedidos de ajuda que a família fez nas redes sociais. Ele conteve Jéssica até a chegada da Polícia Militar.

“Ela estava desnorteada, tremendo”, conta Carlos Antônio. A mulher foi levada ao hospital para ser examinada, mas não estava machucada nem apresentava algum outro problema físico.

Ainda de acordo com o padrasto, antes de se reencontrar com a família nesta terça-feira (31/12/2019), a jovem teria sido encontrada em São Sebastião e levada a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), de onde teria fugido.

Assim como havia dito à mãe por áudio no último sábado (28/12/2019), Jéssica afirmou ao ser encontrada que não queria voltar para casa. “Falou que estava cansada da vida, que tudo era culpa dela”, disse o padrasto. Agora, a família deve procurar acompanhamento psicológico para ela.

Ajuda

A jovem — que tem dois filhos, uma menina de 3 meses e um menino de 8 anos — está enfrentando problemas pessoais e conta com a ajuda de conhecidos para sustentar a casa.

Desempregada, Jéssica precisa comprar a cada dois dias um leite especial que custa R$ 200, segundo o padrasto. “O pessoal da igreja estava ajudando, mas tem sido difícil para ela”, conta.

A família pede ajuda financeira para comprar o leite que a bebê precisa tomar. Quem puder ajudar a jovem pode contatar Carlos Antônio pelo número (61) 99501-2437.

Últimas notícias