Vídeo mostra momento exato de acidente que matou dois na BR-060

Um jovem de 22 anos e um homem de 65 morreram perto de Santo Antônio do Descoberto após tentarem prestar socorro a vítimas de colisão

Reprodução/VídeoReprodução/Vídeo

atualizado 16/12/2019 16:58

Duas pessoas morreram em um grave acidente na BR-060, em Santo Antônio do Descoberto (GO). Entre as quais, um jovem de 22 anos que sonhava em ser policial rodoviário federal. Walisson Gomes Ferreira foi atropelado quando tentava ajudar vítimas de uma colisão envolvendo três veículos. Ele morava próximo ao local da batida. A informação é da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Um vídeo que circula pelas redes sociais, gravado por um caminhoneiro, mostra o instante exato no qual Walisson e outro homem, identificado como Adailton Alves Santana, 65 anos, são atropelados após atravessar a rodovia para dar apoio aos feridos do engavetamento ocorrido no trecho conhecido como Sete Curvas. As vítimas estavam ao lado do carro que se envolveu no acidente no momento em que são atingidas por um automóvel que perdeu o controle na pista molhada, sentido Brasília-Goiânia.

Quatro pessoas, incluindo uma grávida e uma criança, precisaram de socorro do Corpo de Bombeiros do DF (CBMDF). Todas foram levadas para hospitais de Brasília.

O acidente ocorreu na tarde dessa terça-feira (10/12/2019). Segundo a PRF, em decorrência da pista molhada, três veículos colidiram, ferindo passageiros e motoristas. Walisson e Adailton morreram na hora.

Um caminhão também se envolveu na tragédia. O carro que atropelou os dois homens, um Toyota Corolla, ficou no local – o condutor foi enviado para um hospital, onde acabou preso. A placa do automóvel é de São Paulo.

Parentes e o advogado do motorista do Toyota contestaram informações de que ele estaria embriagado, em alta velocidade e fugido do local. Segundo o sobrinho de Uugton Batista da Silva, Gabriel Batista Fernandes, o tio não se evadiu. “Realmente foi um acidente. Ele foi socorrido por uma pessoa que estava no local e levado ao hospital, ele não fugiu. A detenção pela PRF ocorreu no Hospital Regional de Alexânia (GO). A prisão dele foi ilegal porque ele não chegou a fugir, não estava embriagado”, disse.

De acordo com os bombeiros, a criança que estava em um dos veículos envolvidos no acidente foi levada em estado crítico de helicóptero ao Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF).

Últimas notícias