Homem encontra suspeito de estuprar a mulher dele na rua e o mata

Ao Metrópoles, Jonas confessou ter dado seis tiros no acusado, em Águas Lindas (GO), no Entorno do Distrito Federal

PexelsPexels

atualizado 18/11/2019 13:24

O ajudante de pedreiro Jonas Pereira dos Santos, 25 anos, matou um homem conhecido como “Bigiu”, acusado de estuprar a mulher dele há dois anos no Bairro Pinheiros 4, de Águas Lindas (GO), no Entorno do DF. Jonas andava pelo Bairro Pinheiros 2 quando, por acaso, encontrou com o suspeito na rua. Em seguida, efetuou seis disparos.

O crime ocorreu no dia 10 de novembro, por volta das 9h20. Jonas conta que adquiriu uma arma na feira do rolo e estava andando na rua, quando, por acaso, se encontrou com o suposto estuprador que tem o apelido de ”Bigiu”. “Eu estava subindo a rua e me encontrei com ele, na hora puxei a arma e dei seis tiros nele, três nas costas e no rosto”, disse.

O pedreiro se apresentou, com seu advogado, na Delegacia de Homicídios de Águas Lindas nesta segunda-feira (18/11/2019). “Fiquei triste por essa situação, porque minha mulher sofreu muito com o caso. Depois de tudo que aconteceu, nós tivemos dificuldades de ter relações de novo, porque ela ficou muito traumatizada”, ressaltou.

O homem ainda contou como foi o estupro. “Ele fez tudo com minha mulher. A minha filha estava no colo dela. O cara apontou uma arma na cabeça da minha esposa e a estuprou. Por isso que, quando encontrei com ele ali a subida do Pinheiros 2, todas essas lembranças vieram na minha cabeça e aí o matei. Fico aliviado porque a justiça foi feita, mas fico com remorso também porque tenho família e quero o melhor pra eles”, afirmou.

Até a última atualização desta reportagem, Jonas estava sendo ouvido na Delegacia de Homicídios de Águas Lindas.

Últimas notícias