Encosta que Cresce faz a alegria dos brasilienses em frente ao Mané

Bloco reúne foliões fantasiados nesta segunda (4) e reforçou a segurança para evitar casos de violência como os registrados no domingo (3)

atualizado 04/03/2019 19:35

Igo Estrela/Metrópoles

A chuva fina que caiu na tarde desta segunda-feira (4/3) não desanimou os foliões neste terceiro dia de Carnaval. Milhares de pessoas se reuniram no espaço montado em frente ao Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha para acompanhar o bloco Encosta que Cresce.

A organização montou um esquema de segurança com duas barreiras de revista para os festeiros. Quem tenta entrar com bolsa ou mochila precisa mostrar à segurança que não porta itens proibidos, como objetos perfurantes ou cortantes e garrafas de vidro. Segundo a Polícia Militar, até as 18h, cerca de 10 mil pessoas haviam passado pelos arredores do estádio.

No caso de tentativa de entrada com produtos ilícitos, como drogas, há equipes de policiais militares prestando apoio durante a primeira abordagem, para efetuar eventuais prisões em flagrante. A ideia é evitar a repetição da violência registrada nos blocos Raparigueiros e Baratona na noite de domingo (3), quando 12 pessoas foram esfaqueadas – também houve vários focos de briga.

Até as 18h, a festa seguia tranquila, sem registro de problemas.

Veja fotos:

0

Os foliões
Ex-vice-presidente do bloco, Paulo César Machado improvisou uma fantasia de super-herói: o Super Encosta. “Todo ano, eu procuro vir com uma fantasia diferente. Hoje, misturei elementos”, conta.

As amigas Byanca Alves, Renata Borges e Letícia Martins tentam cumprir o desafio que fizeram a si mesmas de ir a pelo menos um bloquinho por dia. “Fomos ao Babydoll de Nylon no sábado [2/3], saímos ontem [3] também e hoje [4] estamos aqui. Só não tivemos coragem de ir ao Raparigueiros, porque eu tenho amor à minha vida”, disse Letícia.

Bem-humorados e fantasiados de Senhor Incrível, Fred Flintstone e Branca de Neve, os amigos Danilo Lyra, Leo Boccucci e Michel Britto foram pela primeira vez ao bloco. “Sem fantasia não tem graça, a gente veio para curtir”, disse Lyra.

O Chewbacca Victor Machado está emendando uma festa na outra desde o pré-Carnaval. “Ontem mesmo eu estava numa rave e só aguento esse pique porque bebo pouco”, diz.

Últimas notícias