Eleições 2022: no DF, Bolsonaro só perdeu para Lula na Asa Norte

No total, o candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), conquistou 51,65% dos votos do DF, contra 36,85% recebidos por Lula (PT)

atualizado 03/10/2022 17:29

Lula e Bolsonaro em preto e branco e fundo amarelo Arte/Metrópoles

No Distrito Federal, o atual presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), só perdeu em votos para o candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na Asa Norte. Em todas as outras zonas eleitorais Bolsonaro venceu. No total, o presidenciável do PL conquistou 51,65% dos sufrágios do DF, contra 36,85% recebidos pelo petista.

Conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Lula recebeu 38.685 votos na Asa Norte, chegando a 44,14% do total dos válidos. Já Bolsonaro teve 37.288, sendo escolhido por 42,55% da população dessa região.

Logo atrás da Asa Norte, a região em que Lula teve maior porcentagem foi a Asa Sul: 40,15%. Nessa zona eleitoral Jair Bolsonaro obteve 45,79%.

Outro lado

A cidade que mais escolheu Bolsonaro foi Taguatinga, onde o atual presidente somou 56,15% dos sufrágios, contra 32,94% de Luiz Inácio Lula da Silva neste primeiro turno.

Porém, foi Samambaia a região que menos elegeria o petista. Nesta zona, Lula ficou com 32,85%, contra 56,08% do atual presidente da República.

Veja como os votos ficaram divididos por zona eleitoral:

  • Zona 0001 – Asa Sul: Bolsonaro 45,79% / Lula 40,15%
  • Zona 0002 – Paranoá, Varjão, Itapoã, Lago Norte: Bolsonaro 48,74% / Lula 39.47%
  • Zona 0003 – Taguatinga Norte: Bolsonaro 54,69% / Lula 34,02%
  • Zona 0004 – Santa Maria: Bolsonaro 52,58% / Lula 36,51%
  • Zona 0005 – Sobradinho: Bolsonaro 51,35% / Lula 37,25%
  • Zona 0006 – Planaltina: Bolsonaro 50,21% / Lula 39,67%
  • Zona 0008 – Ceilândia Centro: Bolsonaro 52,47% / Lula 36,98%
  • Zona 0009 – Guará: Bolsonaro 50,72% / Lula 37,17%
  • Zona 0010 – Núcleo Bandeirante, Riacho Fundo, Park Way, Candangolândia: Bolsonaro 55,06% / Lula 33,91%
  • Zona 0011 – Cruzeiro, Sudoeste, Octogonal: Bolsonaro 48,83% / Lula 37,05%
  • Zona 0013 – Samambaia: Bolsonaro 56,08% / Lula 32,85%
  • Zona 0014 – Asa Norte: Lula 44,14% / Bolsonaro 42,55%
  • Zona 0015 – Águas Claras: Bolsonaro 52,17% / Lula 35,45%
  • Zona 0016 – Ceilândia Norte, Brazlândia: Bolsonaro 53,83% / Lula 35,46%
  • Zona 0017 – Gama: Bolsonaro 51,96% / Lula 37,76%
  • Zona 0018 – Lago Sul, Jardim Botânico e São Sebastião: Bolsonaro 48,61% / Lula 39,36%
  • Zona 0019 – Taguatinga: Bolsonaro 56,15% / Lula 32,94%
  • Zona 0020 – Ceilândia Sul: Bolsonaro 53,17% / Lula 36,00%
  • Zona 0021 – Recanto das Emas: Bolsonaro 53,78% / Lula 34,96%

Lula x Bolsonaro

O resultado das eleições presidenciais em 2022, nesse domingo (2/10), teve o placar mais acirrado já registrado para um 1º turno desde a redemocratização, em 1989. A diferença entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com 48,2% das escolhas válidos, e do atual mandatário brasileiro, Jair Bolsonaro, que marcou 43,3% do total, é de 5,1 pontos, o equivalente a pouco mais de 6 milhões de votos.

Antes disso, a eleição mais apertada até então havia sido a de 2006, quando Lula venceu Geraldo Alckmin — atualmente vice na chapa do petista —, que disputou a Presidência pelo PSDB. Na época, o candidato do PT acabou eleito no segundo turno, com 48,6% dos votos ante 41,6% de Alckmin.

O resultado de 2022 também marca o segundo melhor resultado de Lula para uma disputa do tipo desde 1989; atrás apenas dos números obtidos pelo petista no primeiro turno de 2006, quando ele conquistou 48,6% dos votos.

Mais lidas
Últimas notícias