Segundo dia do Enem também tem pouca movimentação no DF

Neste domingo (24/1), estudantes vão testar conhecimentos em ciências da natureza, matemática e suas tecnologias

atualizado 24/01/2021 13:23

JP Rodrigues/ Especial para o Metrópoles

Estudantes de todo o Brasil realizam, neste domingo (24/1), o segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Conhecimentos das áreas de ciências da natureza, matemática e suas tecnologias serão testados em 45 questões de cada.

No colégio Sagrado Coração de Maria, na quadra 702 norte de Brasília, o movimento na hora da abertura dos portões foi baixo, refletindo a taxa de abstenção de mais de 50% no DF e em todo o Brasil, no primeiro dia realizado na semana passada .Apenas três candidatos apareceram logo às 11h15.

Um desses concorrentes foi Bruno Luiz Cavalcante, 18 anos. Estudante de escola pública recém-formado no ensino médio, ele diz que discorda da aplicação das provas. “Eu ainda consegui usar a internet para me preparar, mas tenho colegas que nem isso tiveram. É uma injustiça muito grande”, reclama.

Ele diz que chegou a considerar não fazer a prova, mas, para não ficar sem fazer nada, preferiu comparecer. “Mas eu vi que faltou muita gente. Na minha sala mesmo não apareceram 20 pessoas”, comenta.

Bruno admite que ainda não escolheu o curso, mas espera fazer uma boa prova, assim como na última semana. “Fui bem no primeiro dia, a prova foi boa e com temas interessantes. Matemática e ciências da natureza eu vou bem também agora, espero”.

0

Organização

Outra concorrente é Laila Alves, 21 anos. Procurando passar para recursos humanos, ela também diz que a prova deveria ser adiada, mas apareceu para ver se consegue passar. “Semana passada até fui bem”, comenta.

O problema maior para ela, no entanto, é o dia de hoje. “Não sou tão boa com as matérias que vão cair”.

A funcionária pública Elisabete Oliveira, 48 anos, busca fazer a primeira graduação. Em 2010, ela chegou a fazer o Enem, passou em uma universidade particular, mas acabou desistindo por causa do preço. “Quero fazer relações internacionais. Espero que agora consiga passar em uma pública e estudar”, diz.

Ela comenta que concorda com a aplicação da prova, mesmo depois de um ano de pandemia, mas achou que houve muita falta de organização.

“Não acho que esses mais de 50% não fizeram a prova só por causa do medo. Infelizmente, o governo não organizou direito e em muitos lugares as pessoas tiveram que sair da sala por causa de aglomeração e isso acabou prejudicando os outros”, analisa.

Os portões abriram às 12h e fecharam às 13h. O exame tem término previsto para as 18h30. Confira o cronograma oficial do Enem 2020:

  • Provas impressas: 17 e 24 de janeiro de 2021.
  • Prova digital: 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021.
  • Reaplicação das provas e Enem para Pessoas Privadas de Liberdade (PPL): 23 e 24 de fevereiro de 2021.
  • Resultados: 29 de março de 2021.

Mais informações podem ser obtidas na página do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pela prova.

Últimas notícias