Após 51,2% de abstenção, DF se prepara para o segundo domingo do Enem

No próximo domingo (24/1), candidatos farão provas de Ciências da Natureza e Matemática, com 30 minutos a menos do que no primeiro dia

atualizado 22/01/2021 13:03

Provas do Enem 2021Igo Estrela/Metrópoles

No próximo domingo (24/1), os 113.177 inscritos para a versão impressa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 no Distrito Federal terão pela frente o segundo dia de provas. Na ocasião, candidatos e candidatas farão provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, e Matemática e suas Tecnologias, com meia hora a menos de duração em relação ao primeiro dia do exame.

Com a pandemia do novo coronavírus, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do teste, teve de fazer algumas mudanças. Assim como no último domingo (17/1), os portões abrem meia hora mais cedo do que previsto no edital do Enem. A medida, porém, não impediu aglomerações na entrada dos espaços onde o exame foi feito presencialmente no primeiro dia. Os alunos também reclamaram de desorganização.

Os participantes que optarem por comparecer a um dos 239 locais de provas no DF de ônibus não devem encontrar dificuldades. A Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob-DF) garantiu, nesta sexta-feira (22/1), o reforço na frota de transporte coletivo para atender à demanda, tal como no fim de semana anterior.

O exame estará disponível, também, em versão digital. Os candidatos que optaram por essa forma de teste farão as provas em 31 de janeiro e 7 de fevereiro. No total, o Enem 2020 recebeu 5.783.483 inscrições no Brasil.

Veja o calendário oficial:

  • Prova impressa: 17 e 24 de janeiro de 2021.
  • Prova digital: 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021.
  • Reaplicação das provas e Enem para Pessoas Privadas de Liberdade (PPL): 23 e 24 de fevereiro de 2021.
  • Resultados: 29 de março de 2021.

Confira os horários de aplicação:

  • Abertura dos portões: às 11h30
  • Fechamento dos portões: às 13h
  • Início das provas: às 13h30
  • Término das provas 1º dia: às 19h
  • Término das provas 2º dia: às 18h30

Os locais de prova podem ser conferidos aqui. Mais informações na página do Inep.

Veja imagens do primeiro dia de provas:

0
Abstenções

No último fim de semana, no entanto, o Inep registrou abstenção de 51,2% dos inscritos na capital federal. Segundo a entidade, 55.256 participantes compareceram às 4.517 salas de aulas designadas para a realização do exame, no último dia 17.

Sobre o primeiro domingo de Enem 2020, que teve ausência de 51,5% em todo o país, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, atribuiu a abstenção dos candidatos ao “medo da Covid”. “Infelizmente, tivemos mais de 50% de ausentes, contra 23% de 2019. Mas não tivemos pandemia em 2019. Estamos tentando, de alguma maneira, ajudar os estudantes brasileiros”, alegou o chefe da pasta. Para Ribeiro, apesar de mais da metade dos candidatos não terem aparecido, o Enem foi “um sucesso”.

As faltas geraram desperdício de R$ 332,5 milhões aos cofres públicos, considerando que a prova custou, neste ano, R$ 117 por aluno. O cálculo, feito pelo Ministério da Educação, considera o total gasto na prova – neste ano, de R$ 682 milhões – e divide pelo número de candidatos – 5,783 milhões de inscritos.

Aqueles candidatos que tiveram sintomas ou foram diagnosticados com o novo coronavírus na véspera ou no primeiro dia de provas poderão apresentar atestados ou laudos médicos que comprovem o quadro de saúde entre 25 e 29 de janeiro. De acordo com o Inep, os pedidos de reaplicação do exame devem ser feitos por meio da Página do Participante e valem para outras doenças infectocontagiosas previstas no edital do Enem. O mesmo vale para os estudantes que se sentiram prejudicados por incidentes logísticos durante a aplicação do exame.

Últimas notícias