Famílias do DF atingem maior endividamento do ano; cartão é o vilão

Pesquisa da Fecomércio mostra que 81,2% dos brasilienses estão com contas no vermelho

iStockiStock

atualizado 26/08/2019 17:40

Pelo segundo mês consecutivo, o Distrito Federal viu o nível de endividamento das famílias atingir o maior patamar do ano. De acordo com a Pesquisa de Inadimplência do Consumidor (Peic), divulgada pela Fecomércio-DF, o número de lares com as contas no vermelho saltou para 799.512 no levantamento referente a julho, um acréscimo de 4.299 grupos familiares em relação ao mês anterior.

 Isso significa que 81,2% dos brasilienses têm débitos a resolver. Na comparação anual, também houve crescimento, já que em julho de 2018 o percentual de endividados era de 76,4%.

O presidente da Fecomércio-DF, Francisco Maia, lembra que o número de famílias com contas em atraso também aumentou, passando de 119.717 em junho para 127.062 em julho. “A fraca retomada do mercado de trabalho é o principal motivo para o crescimento do endividamento das famílias”, explica.

Segundo o estudo da Peic, 91,2% dos entrevistados se dizem comprometidos com o cartão de crédito. Sobre o nível de endividamento, 2,9% dos brasilienses se consideram muito endividados; 12,9% mais ou menos endividados, 65,5% pouco endividados, 18,7% não têm dívidas desse tipo e 0,1% não soube responder.

Ainda de acordo com a pesquisa, entre as famílias em situação ruim, 31,6% têm condições de pagar suas dívidas integralmente; 63,7% parcialmente; 0,5% não tem capacidade de pagamento e 4,2% não souberam responder.(Com informações da Fecomércio-DF)

Últimas notícias