DF: vacina contra Covid-19 será em quatro etapas para 678,7 mil pessoas

Trabalhadores da Saúde e idosos acima de 75 anos serão os primeiros a serem imunizados, segundo plano de vacinação apresentado nesta sexta

atualizado 18/12/2020 14:41

Secretaria de Saúde apresenta, plano distrital de vacinação contra a Covid-19 no Palácio do BuritiHugo Barreto/Metrópoles

O Governo do Distrito Federal (GDF) detalhou, nesta sexta-feira (18/12), o Plano Distrital de Vacinação contra a Covid-19. Trabalhadores da Saúde e idosos acima de 75 anos serão os primeiros a serem imunizados. A exemplo do plano nacional, no DF serão quatro etapas de vacinação, que devem alcançar 678.750 pessoas.

Na 2ª fase, pessoas com idade entre 60 e 74 anos receberão a vacina. Pacientes com comorbidades terão acesso às doses na 3ª fase de imunização prevista pelo GDF. No quarto grupo, estão professores e profissionais das forças de segurança e salvamento.


As vacinas, adquiridas pelo Ministério da Saúde, serão mantidas no Núcleo Rede de Frio, no SIA, e em outro em processo de locação. As doses serão repassadas às regiões de saúde, que contam com cinco centros de referência de imunológicos especiais e 169 salas de vacina, no total.

A estrutura envolve ainda 7,8 milhões de agulhas e seringas, 150 carros e 1.500 funcionários treinados no DF envolvidos diretamente na campanha. Também podem ser firmadas parcerias com instituições públicas e privadas para aumentar a capacidade de ação da imunização. A exemplo de unidades básicas de saúde (UBSs), policlínicas, hospitais públicos, privados, militares e universitários, entre outros parceiros.

0

Veja como será a vacinação de acordo com a sua região administrativa:

    • A região Sul, composta por Gama e Santa Maria, haverá 22 salas de vacina para atender 272.959 pessoas.
    • Na região Centro-Sul, que engloba Estrutural, Guará, Park Way, Candangolândia, Núcleo Bandeirante, Setor de Indústrias e Abastecimento (Sia) e Riacho Fundo I e II serão disponibilizadas 15 salas de vacina. O público estimado está em 380.797, segundo a Saúde.
    • Na região Central, que compreende as asas Sul e Norte, Vila Planalto, lagos Norte e Sul, Varjão, Cruzeiro, Noroeste e Sudoeste/Octogonal, serão 21 salas de vacinação disponibilizadas para um total de 392.698 pacientes previstos.
    • Na região denominada Sudoeste, que atenderá 829.672 pessoas de Taguatinga, Vicente Pires, Águas Claras, Arniqueiras, Recanto das Emas e Samambaia, 24 salas de vacinação serão abertas.
    • No lado Oeste do DF, Ceilândia, Sol Nascente, Pôr do Sol e Brazlândia, 19 salas atenderão 507.851 pacientes.
    • Planaltina, Sobradinho I e II e Fercal compõem a região Norte e terão à disposição 37 salas de vacina, para 355.006 moradores.
    • Os habitantes de Paranoá, Itapoã, Jardim Botânico, São Sebastião e Jardins Mangueiral terão 23 salas de vacina. A população estimada na região Leste do DF é 313.563 pessoas, segundo a Secretaria de Saúde do DF.
0

O Distrito Federal tem atualmente mais de 3 milhões de habitantes e, segundo o governo local, todos serão vacinados. Porém, seguindo as recomendações do Ministério da Saúde. O plano não traz o início da imunização.

“O Ministério da Saúde é o órgão responsável pela distribuição. Cabe ao nosso governo elaborar o plano com todas as ações adotadas para atender a nossa população. Já temos um plano nacional estabelecido, e o DF está agora divulgando o plano elaborado. Temos seringas suficiente aliadas às 330 milhões de vacinas que o Ministério da Saúde revelou estar comprando. Todas as fases de estocagem, transporte e armazenagem estão prontas para que possamos colocar em prática os nossos planos”, disse o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, durante o lançamento do plano.

A Secretaria de Saúde do DF tinha prazo de 30 dias para apresentar uma estratégia, a partir da publicação de lei aprovada e sancionada pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) nesta semana.

A norma, que prevê adoção e ampla divulgação do plano de vacinação, foi aprovada no último dia 10 pela Câmara Legislativa do DF (CLDF).

 

Últimas notícias