DF tem 386 pessoas na fila de UTIs; taxa de ocupação está em 96%

Até as 12h10, a lista de espera por UTIs na rede pública tinha 296 pacientes com suspeita ou confirmação de infecção pelo coronavírus

atualizado 21/03/2021 13:12

ambulânciaRafaela Felicciano/Metrópoles

A taxa de ocupação de unidades de terapia intensiva (UTIs) voltadas para pacientes adultos com Covid-19 na rede pública do Distrito Federal está em 96,96% neste domingo (21/3). O dado é do sistema InfoSaúde, do GDF, e foi atualizado às 10h10. A taxa de ocupação de leitos em geral está em 96%.

Atualmente, há 365 leitos para pacientes com o novo coronavírus ocupados e 15 vagos na rede pública. Porém, entre as unidades disponíveis, quatro são neonatais, cinco pediátricas e seis adultas. Outros sete estão bloqueados ou aguardando liberação.

Neste momento, apenas sete hospitais têm vagas para UTIs públicas adultas voltadas à Covid-19 no DF: são dois leitos no Hospital de Base do DF, um no Hospital da Criança de Brasília (HCB), três no Hospital da PM, duas no Hospital Regional de Ceilândia (HRC), três no Hospital Regional da Asa Norte (Hran), um no Hospital Regional de Santa Maria e um no hospital São Francisco

0

Até as 12h10, a lista de espera por UTIs na rede pública de saúde tinha 296 pacientes com suspeita ou confirmação de infecção pelo novo coronavírus. A demanda por terapia intensiva é a pior desde o início da crise de saúde pública no Distrito Federal, agravada pela pandemia. A lista de espera de UTIs, no geral, é de 386 pessoas.

A rede privada está com taxa de ocupação de leitos de UTI Covid de 91,73%. São 382 unidades preenchidas, cinco disponíveis e uma bloqueada. Um dos leitos vagos é pediátrico.

Últimas notícias