DF tem 1,6 mil vagas para estágio e 257 destinadas a aprendizes

No Brasil, são 13 mil postos abertos, segundo dados do Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee)

atualizado 29/07/2019 13:45

Istock

Atenção, estudantes: aproximadamente 1,6 mil vagas de estágio para os níveis médio e superior estão abertas no Distrito Federal. Além disso, há 257 oportunidades para aprendizes, destinadas a quem está cursando ou já concluiu os ensinos fundamental, médio e técnico. Em todo o Brasil, são 13 mil postos disponíveis. As informações são Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee).

Segundo Wesley Teles, supervisor de Atendimento do Ciee em Brasília, o final das férias de julho é um período positivo para quem procura estágio. “Coincide com o fim de contratos, então as empresas acabam criando vagas”, ressaltou. Teles explica que as oportunidades são bem divididas entre empresas públicas e privadas.

Dados da pesquisa Benefícios Econômicos e Sociais do Estágio e da Aprendizagem Profissional, feita pelo Ciee e pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), apontam que estagiários e aprendizes do Brasil produzem R$ 6,2 bilhões por ano. Juntos, eles ajudam a movimentar o produto interno bruto (PIB) brasileiro, gerando impacto positivo de R$ 15,1 bilhões.

Para ter acesso à lista de cargos disponíveis, é necessário fazer cadastro na página do Ciee. Aqueles que já têm registro devem atualizar o e-mail e telefone de contato. A inscrição é gratuita.

“Com o cadastro atualizado, o estudante terá maior chance de conseguir vaga. É importante sempre colocar algum curso extra ou trabalho voluntário que desenvolveu durante esse período de estudo para fortalecer o currículo”, recomenda Wesley.

Estágio ou aprendizagem?

O objetivo do estágio é complementar a formação dos estudantes de ensino médio, técnico ou superior que tenham ao menos 16 anos de idade. É uma atividade supervisionada, desenvolvida em ambiente de trabalho e sem vínculo empregatício.

O programa Aprendiz Legal está aberto para jovens de 14 a 24 anos de idade, que estejam cursando ou que tenham concluído os níveis fundamental, médio e técnico. É voltado para a preparação e a inserção dos participantes no mercado de trabalho. A atividade é regida por contrato de trabalho especial, disposta no artigo 428 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Últimas notícias