DF: redução de R$ 0,05 em passagens de ônibus começa a valer hoje

Para facilitar o troco, as que custam R$ 3,85 caem para R$ 3,80, e as de R$ 2,75, para R$ 2,70. Tarifas foram reajustadas em 10%

atualizado 20/01/2020 8:10

Myke Sena/Especial para o Metrópoles

A partir desta segunda-feira (20/01/2020), dois valores de passagens de ônibus no DF terão redução de R$ 0,05. Há uma semana, o GDF aplicou reajuste de 10% nas tarifas.

Porém, duas cobranças ficaram com valores quebrados — as de R$ 3,85 e R$ 2,75 —, dificultando o troco. Por isso, o governador Ibaneis Rocha (MDB) determinou a diminuição de cinco centavos.

Mas permanece o aumento dos bilhetes que passaram de R$ 5 para R$ 5,50. O valor que deve ser pago pelo usuário para utilizar o metrô, por exemplo.

Ibaneis justificou que a alteração é necessária em função dos reajustes dos preços dos combustíveis e dos salários de motoristas e cobradores em 2019. “E nós não tivemos greve, coisa que quase nunca ocorreu no DF”, destacou.

Reprodução/DODF

Na última sexta-feira (17/01/2020), o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) negou pedido de quatro deputados distritais para suspender o aumento das passagens de ônibus e metrô que passou a valer no início da semana.

Juiz da 4ª Vara da Fazenda Pública do DF, Roque Fabrício Antonio de Oliveira Viel entendeu que o aumento da tarifa não resulta em lesão ao patrimônio público de nenhuma forma.

“A rigor, a medida tende a ter efeito exatamente contrário, qual seja, o de desonerar o patrimônio público, na medida em que a elevação de receita derivada do aumento do preço da tarifa reduz o volume de recursos que deverão ser repassados pelo ente público às empresas que operam o sistema de transporte coletivo”, assinalou.

Últimas notícias