DF: casa de acolhimento para famílias indígenas já atendeu 250 pessoas

Projeto é fruto da iniciativa "Vida e água para Aris", promovido pela Universidade de Brasília

atualizado 05/01/2022 17:52

IndiosDaniel Ferreira/Metrópoles

Inaugurada há um mês, a primeira casa de acolhimento para famílias indígenas em emergência sanitária do Distrito Federal já atendeu mais de 250 pessoas. O local fica no território protegido do Recanto dos Encantados, em Sobradinho, e é fruto da iniciativa “Vida e água para Aris”, promovida pela Universidade de Brasília (UnB).

O projeto tem mais outras seis casas voltadas a outras Aris, acrônimo para Áreas de Relevante Interesse Social. Segundo a UnB, o DF tem, atualmente, 200 mil pessoas morando em 39 destas áreas sem acesso a água potável, situação agravada pela Covid-19.

“Junto com a UnB e demais parceiros, estamos fazendo um ótimo trabalho em defesa da água e da humanidade. Água é vida”, comemorou o líder indígena Júnior Xukurú, da Articulação dos Povos Originários Indígenas, durante a live de inauguração.

Para a cerimônia, foi doado um filtro simbólico e 50 litros de água da Serrinha do Paranoá. A ideia é chamar a atenção para a necessidade de se preservar nascentes e córregos que abastecem o DF e para a importância da formação desta rede de solidariedade.

Interessados em ajudar podem fazer doações à Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos (Finatec).

O projeto

O projeto conta com dez comissões multidisciplinares para tratar de diferentes temas como saúde coletiva, política urbana e questões socioambientais. Após audiências, reivindicações das comunidades foram apresentadas na forma de abaixo-assinado ao poder público local, dando maior visibilidade ao problema.

Os pesquisadores preveem também a criação de uma série histórica com dados multidimensionais por tema. Outro destaque é o uso do mapeamento participativo, que combina mapas georreferenciados com informação oferecida pela população, técnica considerada inovadora. Toda a experiência deve ser relatada em livro a ser publicado em 2022.

O projeto Vida e água para Aris é uma das iniciativas contempladas em edital lançado pelo Decanato de Pesquisa e Inovação (DPI), Decanato de Extensão (DEX) e Comitê de Pesquisa, Inovação e Extensão de Combate à Covid-19 (Copei) com o objetivo de viabilizar ações de enfrentamento à pandemia.

Mais lidas
Últimas notícias