Crise no abastecimento. Tá difícil achar combustível nos postos do DF

No centro de Taguatinga, parte dos consumidores estava de carro e outra a pé, com galões na mão. O estoque está quase no fim

atualizado 25/05/2018 12:14

Hugo Barreto/Metrópoles

A corrida de motoristas por postos onde ainda há combustível é grande desde a madrugada desta quinta-feira (25/5). O Metrópoles percorreu alguns estabelecimentos do Lago Sul e do centro de Taguatinga. Na EPTG, apenas um tinha estoque. A fila ultrapassa 2km de extensão.

No momento em que a reportagem chegou ao posto Shell, localizado no centro de Taguatinga, os frentistas avisavam aos condutores que a gasolina havia acabado. No local, as filas estavam divididas. Uma para pedestres com galões e outra destinada a motoristas.

“Vai acabar em minutos. Só temos mais 500 litros. Acreditamos que conseguiremos abastecer até onde colocamos a sinalização (cone)”, disse o frentista do posto.

0

A gasolina acabou na vez em que o motorista Kuni Kubota abasteceria o seu carro. “Eu moro no Riacho Fundo 2 e vim para Taguatinga porque o gás de lá já tinha acabado. Estava há mais de uma hora na fila. O jeito agora é seguir até encontrar outro posto. Tá difícil, viu”, comentou.

A servidora pública Maria Aparecida Castro, 37 anos, estava na fila e conseguiu encher o tanque. “Sou a favor desse protesto. Estou com os caminhoneiros. É triste imaginar o mundo que vamos deixar para os nossos filhos. Temos que nos unir para exigir um Brasil melhor”, ressaltou.

 

Últimas notícias