Conplan aprova criação do Museu Interativo da Arte no prédio do Touring

O conselho também deliberou sobre a revitalização da área externa do prédio. O Sesi será o responsável pelo museu no coração de Brasília

atualizado 29/10/2020 20:59

Museu interativoReprodução

O Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do Distrito Federal (Conplan) aprovou nesta quinta-feira (29/10) o projeto de criação do Museu Interativo da Arte, Ciência e Tecnologia e a revitalização do espaço ao redor dele. O museu será instalado no prédio do Touring Club, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer e que faz parte da história e da paisagem de Brasília. A obra é tombada pelo Patrimônio Histórico e Cultural e está prestes a se tornar uma referência mundial como laboratório aberto ao público para imersão no aprendizado.

Localizado no Setor Cultural Sul, próximo à Rodoviária do Plano Piloto, a edificação de propriedade particular foi tombada em 2017, e agora se prepara para receber o museu.

A iniciativa é dos atuais proprietários do Touring, o Serviço Social da Indústria (Sesi) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

Os conselheiros aprovaram o projeto arquitetônico a partir do parecer conjunto dos relatores Heloísa Melo Moura, do Instituto dos Arquitetos do Brasil-DF (IAB-DF), e Pedro Grilo, do Conselho de Arquitetura do DF (CAU). No relato, eles elogiaram o projeto do museu, elaborado pelo arquiteto Gustavo Penna, com a recomendação de que seja feito um ajuste de acesso mais direto do túnel que liga a praça do Setor de Diversões Sul ao novo espaço.

“O projeto é lindíssimo, é importantíssimo para a cidade, ressaltamos somente a questão da conectividade urbana”, disse Pedro Grillo na reunião.

SesiLab

Com a inauguração já anunciada para o dia 21 de abril de 2022 – aniversário da capital –, o local batizado como SesiLab oferecerá uma vivência, nos cerca de 7 mil metros quadrados, com experimentos expostos para provocar os visitantes a absorverem o conteúdo de forma multissensorial, conforme detalharam os idealizadores ao Metrópoles.

Toda a área externa, incluindo praças e um túnel desativado, também serão abraçados pelas entidades, por meio do projeto Adote uma Praça, da Secretaria de Projetos Especiais.

“É um conceito ‘hands on’, quando você interage o tempo todo com as instalações expostas. É algo a mais do que apenas a contemplação do ensino. Nesse conceito, você participa do experimento e isso gera um processo de aprendizado muito mais completo”, adianta Rafael Lucchesi, diretor-geral do Senai e também diretor-superintendente do Sesi.

O presidente do Conplan e secretário de Habitação do DF, Mateus Oliveira, elogiou a iniciativa. “O projeto é muito bem-vindo não só porque vai preservar uma edificação muito importante no Eixo Monumental , mas principalmente porque vai dar uma função cultural para esse equipamento, oferecendo uma oportunidade de conhecimento para população do Distrito Federal e de todo Brasil, em especial os estudantes”, destacou.

Confira o projeto de requalificação aprovado em reunião do Conplan:

Veja como ficará o espaço a… by Metropoles

Touring

Antes dos novos proprietários, o prédio tombado chegou a ser negociado com os então responsáveis para virar uma igreja evangélica. Contudo, em 2015, as obras foram embargadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (Iphan) por falta de autorizações.

O prédio foi desapropriado em 2018, quando a Confederação Nacional da Indústria (CNI) assumiu o local. Além da preservação do projeto original, todo o complexo do SesiLab, o que inclui a alameda a ser criada entre o espaço e o Museu da República, terá um investimento de R$ 164 milhões.

0

Na justificativa do processo encaminhado à Seduh, a escolha do Touring para abrigar o espaço interativo se baseou em fatores como a importância histórica e arquitetônica do prédio tombado – que faz parte do conjunto cultural de Brasília composto pelo Teatro Nacional, a Catedral de Brasília, o Museu Nacional e a Biblioteca Nacional – e a localização central, facilitadora do fluxo de visitantes.

Com a instalação do museu, pretende-se democratizar o acesso às informações relacionadas à inovação, à ciência e à tecnologia por meio da arte, incentivando a capacidade criativa e o potencial investigativo do visitante por meio de experiências elaboradas com os princípios básicos da física, da química, da matemática e da biologia.

Área externa

O Conplan aprovou também o projeto de requalificação dos espaços públicos do Setor Cultural Sul, situados entre o Touring e a Biblioteca Nacional. A proposta é de técnicos da Seduh.

Os conselheiros acompanharam o voto favorável da relatora Gabriela Tenório, da Faculdade de Urbanismo da Universidade de Brasília (FAU-UnB), que trouxe dados sobre a intensa utilização pre-área por pedestres.

As obras serão custeadas pelo Sesi/Senai, dentro do Programa Adote Uma Praça. Estão previstas mudanças no sistema viário, com foco na ligação entre o Eixo Monumental e a Via S2, criando áreas de pedestres entre o Touring e a Biblioteca Nacional; além da criação de 274 vagas para carros, ônibus escolares, paraciclos e bicicletas; paisagismo e mobiliário urbano.

Últimas notícias