Com greve de caminhoneiros, CEB vai priorizar chamados emergenciais

Em comunicado, empresa informou que não pode disponibilizar normalmente os seus veículos, pois não tem combustível

atualizado 24/05/2018 20:02

MICHAEL MELO/METRÓPOLES

A greve dos caminhoneiros afeta os serviços da Companhia Energética de Brasília (CEB). Em informe divulgado nesta quinta-feira (24/5), a empresa diz que vai priorizar os chamados de emergência. “As viaturas estão com dificuldade de locomoção e abastecimento”, destacou a estatal.

O país enfrenta uma grave crise. As rodovias estão sendo bloqueadas desde o começo da semana pelos caminhoneiros. Diversos setores lidam com desabastecimento, entre eles os postos. No Distrito Federal, pelo menos 60% dos estabelecimentos estão sem combustíveis.

Reprodução

Últimas notícias