Com aumento acumulado de 48%, gás de cozinha terá novo valor a partir de sábado. Veja

Além do aumento anunciado pela Petrobras, uma segunda revisão está prevista para o dia 16 deste mês, diz sindicato

atualizado 08/10/2021 16:43

gás de cozinhaHugo Barreto/Metrópoles

Entra em vigor a partir deste sábado (9/10) o aumento no preço do gás de cozinha anunciado pela Petrobras nesta sexta-feira (8/10). Com o reajuste, na ordem de 7,19%, a tendência é que o valor possa chegar a mais de R$ 120 em algumas distribuidoras no Distrito Federal.

No entanto, ainda não é possível informar o real impacto ao consumidor. No próximo dia 16, um segundo reajuste, do repasse da pauta do PMPF/ICMS começa a ser praticado.

Em contato com o Metrópoles, o vice-presidente do Sindicato das Empresas Transportadoras e Revendedoras de Gás LP do Distrito Federal (Sindvargas-DF), Sérgio Guimarães Costa, destaca que a mudança terá impacto no bolso do consumidor.

“Com certeza haverá impacto. Nossas revendas não conseguem mais absorver esses inúmeros reajustes” entende. “Além desse reajuste da Petrobras, no próximo dia 16 haverá o repasse da pauta do PMPF/ICMS. Será mais um repasse que as revendas vão ter que repassar”, alerta.

0

No acumulado do ano, o aumento alcança a marca de 48%. “Com esses reajustes poderá chegar a mais de R$ 120 reais. Mas só podemos afirmar [o real valor] assim que o setor receber o reajuste, avaliar e repassar”, explica Sérgio.

Atualmente no DF, segundo os dados de pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o botijão de 13kg é comercializado no DF com um preço médio de R$ 93,85 – variando de R$ 88 a R$ 114,99.

Últimas notícias