Dia vira noite no DF, com chuva intensa e ventos de até 60 km/h

A previsão do Inmet é de pancadas de chuva e trovoadas em áreas isoladas. Há baixos riscos de alagamentos e queda de galhos

Igo Estrela/Metrópoles

atualizado 09/01/2020 17:25

Chuvas intensas marcam a tarde desta quinta-feira (09/01/2020) em todo o Distrito Federal. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta amarelo. Isso ocorre quando o acúmulo de água no dia pode chegar a 50 mm e há previsão de ventos de 40 km/h a 60 km/h.

Durante as chuvas, pode haver cortes de energia, queda de galhos, alagamentos e descargas elétricas. No entanto, os riscos são baixos.

0

“O céu ficará nublado ou encoberto com pancadas de chuva e trovoadas em áreas isoladas”, afirma a meteorologista do Inmet Andrea Ramos. A temperatura mínima na madrugada foi de 17 °C. A máxima pode chegar a 29°C. A umidade varia entre 50% e 95%.

A sexta-feira (10/01/2020) tem previsão semelhante, com possibilidade de elevação de 1°C. Ao longo fim de semana, as temperaturas continuam subindo gradativamente. A chuva deve diminuir no sábado (11/01/2020) e domingo (12/01/2020). No entanto, a previsão é de chuva em áreas isoladas.

Confira chuva no Palácio do Planalto:

No Núcleo Bandeirante:

Na 316 Norte:

Recomendações

De acordo com a Defesa Civil, a dica para quem estiver na direção é não passar por locais alagados. Se o condutor não conseguir ver o meio-fio, que tem em torno de 25 centímetros de altura, o ideal é mudar de rota para não perder o veículo nem arriscar a própria vida.

Aos motoristas, em caso de alagamento, a orientação é sair do carro imediatamente e buscar um local seguro.

Há possibilidade de descarga elétrica, ainda que baixa. Por isso, a orientação é não permanecer em topo de prédios e não se aproximar de cercas de arame, varais metálicos, linhas elétricas aéreas e trilhos ou se abrigar debaixo de árvores isoladas.

Se houver destelhamento, o melhor é ficar dentro da residência e procurar abrigo, como embaixo de uma mesa ou cama. Isso para evitar ser atingido por cacos e pedaços de telha.

Evite, ainda, entrar em piscinas e lagos. O problema é agravado em rios e cachoeiras devido à possibilidade de tromba d’água.

Outra orientação é não ficar em locais que ofereçam pouca ou nenhuma proteção contra raios, como pequenas construções não protegidas (celeiros, tendas ou barracos) e veículos sem capota, como tratores, motocicletas ou bicicletas.

Áreas abertas como campos de futebol, quadras de tênis e estacionamentos não são indicadas, por causa do risco de raios.

Últimas notícias