*
 

O Corpo de Bombeiros teve trabalho na madrugada desta quarta-feira (8/11) por conta da chuva forte, acompanhada de rajadas de vento de 50 km/h, que atingiu várias regiões do Distrito Federal. Foram registradas quedas de árvores, alagamento de ruas e interrupção no fornecimento de energia elétrica.

Os militares também foram acionados para resgatar uma lancha que ficou à deriva no Lago Paranoá. Não havia ninguém a bordo da embarcação.

Veja algumas imagens dos prejuízos que a tempestade causou:

Quadras do Núcleo Bandeirante, Cruzeiro, Asa Sul e Sudoeste, Lago Norte e Asa Norte ficaram sem energia elétrica.

Na 411 Norte, uma árvore caiu em cima de um carro e os bombeiros foram chamados para cortá-la. No Lago Norte, além das árvores caídas em vários pontos, houve também queda de fios de alta tensão.

A entrada de um condomínio residencial no Setor de Clubes Norte ficou obstruída. Bombeiros não puderam retirar árvores que caíram porque havia muitos cabos energizados no local. Na via em frente ao Palácio da Alvorada, diversos pinheiros caíram e bloquearam a passagem dos carros. Bombeiros ainda atuam no local.

 

Chuva
Nos oito primeiros dias de novembro, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou mais chuvas do que durante todo o mês de outubro. O índice pluviométrico acumulado chegou a 67 milímetros (mm) nesta quarta-feira (8). No mês passado, choveu apenas 25,4 milímetros. A média em novembro é de 231,1 mm.

A temperatura mínima desta quarta atingiu 18°C. A máxima deve chegar a 26ºC nas horas mais quentes do dia. A umidade relativa do ar vai variar de 95% a 55%.

 

 

COMENTE

chuvainmetCBMDFestragosrajadas de vento
comunicar erro à redação

Leia mais: Clima