Chuva forte. Árvore cai e ocupa cinco das seis faixas da Esplanada

Bombeiros atuaram neste ocorrência na madrugada deste domingo (21/10) para remover o tronco e as folhas do local

Corpo de Bombeiros/DivulgaçãoCorpo de Bombeiros/Divulgação

atualizado 21/10/2018 8:39

Bombeiros tiveram trabalho para retirar uma árvore que caiu em frente ao Ministério da Defesa, na Esplanada dos Ministérios, na madrugada deste domingo (21/10). Não houve vítimas.

Ao todo, 10 militares em duas viaturas atuaram na região onde, provavelmente por conta da chuva, a árvore caiu ocupando cinco da seis faixas do Eixo Monumental. A pista foi liberada às 2h30, segundo informações a corporação.

Além de chuva forte no fim da tarde de sábado (20), uma ventania ocorreu na área central de Brasília, incluindo a Esplanada dos Ministérios. Com o céu escuro, os postes de iluminação pública, geralmente acesos a partir das 19h, foram ligados pouco depois das 17h.

De acordo com relatos de brasilienses, o vento forte ameaçou estruturas que eram montadas para eventos no Setor Comercial Sul. A ventania também derrubou galhos de árvores no Eixo Monumental, área central da cidade, onde um ato promovido por mulheres era realizado – a chuva dispersou a manifestação.

Áreas da Asa Norte foram alagadas, deixando o trânsito lento na região. O mesmo ocorreu próximo à Rodoviária de Brasília.

Confira imagens: 

 

 

 

Apesar dos alagamentos e ventania, o Corpo de Bombeiros não tinha sido acionado para atender qualquer caso de emergência até a última atualização desta matéria.

Na sexta, muitos problemas
É o segundo dia com chuvas fortes no DF. Na sexta (19), além de causar transtornos, a chuvarada expôs velhos problemas de infraestrutura das cidades brasilienses. Em Vicente Pires, vias ficaram alagadas e veículos acabaram atolados no lamaçal.

No Setor P Norte, em Ceilândia, o asfalto cedeu em uma obra para instalação de redes pluviais e uma van caiu no buraco. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o volume de água registrado na madrugada de sexta superou o acumulado dos 18 dias de outubro.

Veja imagens dos transtornos de sexta: 

Últimas notícias