Brigadista do Senado é preso por abuso contra crianças no DF

Ele teria feito vítimas em três regiões do DF e em um município do Goiás. Segundo investigações, o homem atua desde 2009

atualizado 05/03/2021 22:05

homem de costasDivulgação/PCDF

Nesta sexta-feira (5/3), a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu um homem de 38 anos acusado de abusar de crianças no Distrito Federal. O suspeito trabalha como brigadista no Senado Federal.

O caso é investigado pela 4ª Delegacia de Polícia (Guará). Segundo os policiais, o homem abusava de meninas de 5 a 12 anos. Ele tinha como método trabalhar em barbearias ou próximo a igrejas frequentadas por crianças.

O abusador aproveitava os momentos em que elas iam cortar o cabelo ou limpar a igreja para mostrar sua genitália e até se masturbar na presença das meninas.

Ainda segundo a polícia, o suspeito atraía as crianças com balas e doces, e chegou a tentar invadir a casa de uma delas, armado com uma faca. Foi apurado que o acusado atuava desde 2009 e fez vítimas no Sudoeste, Guará, Estrutural e no município de Mambaí (GO).

O autor foi preso no estacionamento do Hospital da Criança de Brasília (HCB), portando um computador que será encaminhado para a perícia. Os agentes querem saber se o homem armazena material pornográfico envolvendo menores de idade.

O detido foi indiciado em cinco crimes de importunação sexual contra crianças de 5, 6, 10, e duas de 12 anos. Ele está sujeito a penas de reclusão de 1 a 5 anos, por crime cometido.

Últimas notícias