Brasília será tema do samba-enredo da Vila Isabel em 2020

O acordo foi firmado em reunião no Palácio do Buriti. Escola do Rio vai dar apoio ao Carnaval do DF

Cacau Fernandes/Agência O Dia/Estadão

atualizado 21/05/2019 15:45

Brasília será tema do samba-enredo da escola de samba Unidos de Vila Isabel, do Rio de Janeiro, em 2020. Na manhã desta terça-feira (21/05/2019), representantes da agremiação se encontraram com o governador Ibaneis Rocha (MDB), no Palácio do Buriti, para assinatura do ato.

O atual presidente da União das Escolas de Samba de Brasília (Uniesbe), Dilson Manoel da Fonseca, conhecido como Dilson Marimba, foi convidado para ser um dos signatários do acordo. Além de conceder a chancela da liga local para a tratativa, ele espera garantir que qualquer oferta feita pelo Buriti aos carnavalescos cariocas seja estendida às escolas do Distrito Federal para o próximo Carnaval.

O governador Ibaneis Rocha (MDB) garantiu que a homenagem não usará dinheiro público. “Não haverá custo para o GDF. Será patrocinado pela iniciativa privada”, frisou o emedebista em suas redes sociais.

Segundo o secretário de Cultura, Adão Cândido, é importante divulgar Brasília para além dos assuntos associados à política, a fim de atrair turistas e investidores. “Este é um reconhecimento de tudo o que a cidade significa de patrimônio cultural. É símbolo de uma nova fase do Brasil que começou com a inauguração 60 anos atrás”, destacou.

A capital do Brasil já foi tema de samba-enredo da Beija-Flor de Nilópolis, também do Rio de Janeiro, em 2010, e, naquele mesmo ano, da Tom Maior, de São Paulo.

Responsável pela condução artística do samba-enredo da Vila Isabel, Edson Pereira afirmou que o GDF procurou a escola e houve interesse mútuo. “Vai haver uma espécie de intercâmbio cultural. Vamos trazer profissionais para realizar eventos por aqui também”, detalhou.

De acordo com o carnavalesco, o momento é de pesquisar sobre a cidade, que, em 2020, completa 60 anos. “O importante é que o brasiliense se reconheça no nosso desfile”, ressaltou.

O sambista Martinho da Vila está no projeto e vai ser coautor do samba-enredo. O GDF planeja ajudar a escola a captar R$ 4 milhões para o desfile.

Dilson Marimba, porém, pontuou que ainda não foram discutidos valores, porque o primeiro passo é a consolidação do acordo. A partir daí, começa a etapa de levantamento de custos e das necessidades que precisarão ser supridas. A ideia, segundo a Secretaria de Cultura, é captar recursos via Lei Rouanet.

Em 2019, a Unidos de Vila Isabel ficou em terceiro lugar na classificação das melhores integrantes do grupo especial do carnaval carioca. Com 269,4 pontos, a escola perdeu apenas para a Viradouro (269,7 pontos) e Mangueira (270 pontos).

Últimas notícias