metropoles.com

Bombeiros visitam policial penal atropelado por Porsche no DF

O policial penal Gueltz Costa participava de uma corrida de revezamento quando foi atropelado em 26 de junho. Ele teve uma perna amputada

atualizado

Compartilhar notícia

Imagens cedidas ao Metrópoles
Policial sentado em cadeira de rodas com três colegas do cbmdf
1 de 1 Policial sentado em cadeira de rodas com três colegas do cbmdf - Foto: Imagens cedidas ao Metrópoles

O policial penal Gueltz Costa Pinto, 42 anos, recebeu visita, na manhã desta segunda-feira (1º/8), da equipe do Corpo de Bombeiros do DF que o resgatou após ser atropelado por um Porsche na via de acesso ao Palácio do Jaburu, em 26 de junho. O motorista e a passageira do veículo de luxo morreram no acidente.

Gueltz teve uma perna amputada e segue internado no Hospital DF Star, na Asa Sul. De acordo com os familiares, Gueltz também passou por cirurgia no pulso para reconstruir o tendão. A expectativa é de que a mão fique sem nenhuma sequela e com movimentos normais.

Policial penal atropelado por Porsche levanta da cama pela 1ª vez

No sábado (30/7), o policial penal foi transferido para a unidade semi-intensiva, onde passa por hemodiálise. Antes de ser atingido pelo automóvel, Gueltz participava de uma corrida de revezamento com outros policiais penais. No momento do resgate, realizado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), ele estava inconsciente e em estado grave.

Veja imagens do acidente:

0
Acidente

O capotamento do Porsche resultou na morte do empresário Rafael Esmaniotto, 37, e a namorada, Gabriella Moreira Andrade Faria, 22. Rafael conduzia o carro de luxo, sofreu fraturas múltiplas e morreu no local. Gabriella foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros do DF e levada ao Hospital de Base, mas não resistiu aos ferimentos.

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) investiga onde o casal esteve antes do capotamento do veículo e se Rafael teria ingerido bebidas alcóolicas. A perícia acredita que o motorista conduzia o veículo em velocidade muito acima do limite permitido na via, que é de 60km/h.

A corporação não encontrou câmeras de segurança no local do acidente. O Porsche atingiu um poste de iluminação, capotou e acabou pendurado em uma cerca. O carro ficou completamente destruído. Nenhuma das rodas permaneceu fixa ao automóvel.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comDistrito Federal

Você quer ficar por dentro das notícias do Distrito Federal e receber notificações em tempo real?

Notificações