Bombeiro do DF que mora em quartel está em UTI com suspeita de Covid-19

O sargento reside nas dependências do 1º Grupamento de Bombeiro Militar (GBM) e teria tido contato com vários colegas da unidade

atualizado 02/07/2020 5:35

Militares do Corpo de BombeirosRafaela Felicciano/Metrópoles

Um sargento da reserva remunerada do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) está internado em uma unidade de terapia intensiva (UTI) com sintomas provocados do novo coronavírus. David Corrêa deu entrada na emergência do hospital Home, na madrugada dessa quarta-feira (1º/7), com mais de 50% da capacidade pulmonar comprometida.

Correia mora nas dependências do 1º Grupamento de Bombeiro Militar (GBM) e teria tido contato com vários colegas da unidade antes de ser hospitalizado.

De acordo com informações apuradas pelo Metrópoles, mesmo internado na UTI, o militar permanece estável, consciente e orientado. Os sinais vitais encontram-se estáveis, mas o sargento usa um cateter nasal para facilitar a respiração. Segundo informações repassadas por companheiros de trabalho de David, médicos do hospital informaram que ele apresenta comprometimento pulmonar acima de 50%.

A preocupação dos bombeiros que mantinham contato com Correia é que outros militares lotados na unidade possam ter sido infectados. De acordo com fontes que dão expediente no quartel, o sargento mora na unidade há pelo menos 10 anos.

0
Espera por resultado de exame

Procurado pela reportagem, o CBMDF confirmou que o bombeiro em questão cumpriu seu tempo de serviço nas fileiras da corporação e está na reserva remunerada.

Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, o exame para Covid-19 do sargento ainda não ficou pronto. “O teste foi realizado e aguardamos o resultado para adotarmos as medidas protocolares estabelecidas na corporação no enfrentamento à pandemia atual”, informou a corporação em nota encaminhada ao Metrópoles.

Últimas notícias