Ao lado de Bolsonaro, Ibaneis participa de evento evangélico em GO

O chefe do Buriti foi convidado a participar da Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil, Ministério Madureira

atualizado 27/05/2022 18:55

Goiânia – O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), esteve reunido com evangélicos ao lado do presidente Jair Bolsonaro, na manhã desta sexta-feira (27/5), na igreja Assembleia de Deus Ministério Fama Madureira, em Goiânia (GO).

O chefe do Buriti foi convidado a participar da Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil, Ministério Madureira (Conamad), e recebeu o diploma de Amigos dos Templos Religiosos, oferecido pela entidade.

A edição deste ano tem como tema Preservando a Unidade no Espírito Santo. O evento também celebra os 90 anos do bispo primaz Manoel Ferreira, presidente da Conamad desde 1987. Na ocasião, Bolsonaro também foi condecorado pelo bispo com honrarias.

Confira fotos da celebração:

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
0

Durante discurso, o emedebista ressaltou o trabalho realizado nas igrejas de Brasília durante a pandemia de Covid-19, relembrando que nesse período os templos não foram fechados na capital federal.

“No DF, ao contrário de outros estados, nós não fechamos as igrejas. Declaramos as igrejas essenciais na vida das pessoas”, pontuou Ibaneis. “Para nós, que somos governantes, o que resta é uma palavra de total agradecimento ao belíssimo trabalho social que as igrejas fazem”, acrescentou.

O governador pontuou ainda que no campo da política o trabalho em parceria é importante e, tanto ele quanto Bolsonaro sabem quem são os “que querem o bem do país”.

Ibaneis também comentou a fala de Jair Bolsonaro sobre a compra de vacinas contra o coronavírus no Brasil e elogiou o trabalho do chefe do Executivo nacional dizendo que esse, ao comprar a vacina, não fez “propaganda enganosa sobre o assunto”.

“Assim como o presidente soube, ao seu modo, tomar decisões acertadas como a da vacina. Ele poderia não ter comprado a vacina, mas ele comprou aproximadamente R$ 600 bilhões e distribuiu à população brasileira gratuitamente. Tivemos governadores que passaram a anunciar uma vacina criada em seu Estado com recursos federais como se fosse uma obra dele. O presidente da República, não. Ele distribuiu a vacina sem fazer propagada enganosa sobre o assunto”, finalizou.

O encontro reúne ministros, pastores, evangelistas e missionários de todo país até este sábado (28/5), em Goiânia. O governador compareceu ao evento acompanhado das deputadas federais Flávia Arruda e Celina Leão.

Mais lidas
Últimas notícias