Datafolha: para 79%, pandemia está fora do controle; medo é recorde

Colapso do sistema de saúde no país fez aumentar de 62% para 79% o percentual de brasileiros que acham que a pandemia está sem controle

atualizado 19/03/2021 8:30

Ambulância deixa paciente com cornavirus (covid-19) no HranRafaela Felicciano/Metrópoles

Em meio ao colapso do sistema de saúde por todo o país e à troca de ministros na Saúde, 79% dos brasileiros acham que a pandemia está sem controle, ante 62% que manifestavam essa opinião em janeiro. Outros 18% dizem que a situação está parcialmente controlada, 2% acreditam que está totalmente controlada, e 1% não sabe.

Segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (19/3), o medo de pegar o coronavírus também atinge níveis recordes. Dos entrevistados, 55% declaram ter muito medo de se infectar com o vírus, enquanto o levantamento anterior, de janeiro, registrou 44%. Outros 27% têm um pouco de medo, 12% não têm e 7% relataram já ter contraído a doença.

Relataram mais medo de contrair o vírus: mulheres (61% ante 48% dos homens), pessoas mais velhas (58% da faixa etária com 45 anos ou mais, ante 48% dos de 16 a 24) e moradores do Nordeste (61% contra 44% da região Sul).

Entre os homens, houve aumento significativo dos que manifestaram ter muito temor da doença: de 33% no levantamento em janeiro, essa parcela foi para 48% entre eles. Entre mulheres, passou de 55% para 61%.

Uma parcela maior dos segmentos de jovens de 16 a 24 anos também passou a declarar um temor maior (foi de 34% para 48%). O medo entre os mais ricos, com renda mensal de mais de 10 salários mínimos, passou de 41% para 55%.

Esses estratos da população têm sido particularmente afetados na atual fase da pandemia. Depois de aglomerações no fim do ano e no Carnaval, médicos têm observado uma presença maior de pacientes jovens nas Unidades de Terapia Intensivas (UTIs).

O levantamento foi feito por telefone com 2.023 pessoas de todos os estados do país nos dias 15 e 16 de março. A  margem de erro é de dois pontos percentuais.

0
Percepção da pandemia por estratos

A percepção de que a pandemia está fora do controle é mais alta entre os que reprovam o governo Bolsonaro (94%) e entre os que não confiam nas declarações dele (93%). O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) adotou uma postura negacionista desde o início da pandemia, negando a gravidade do vírus e propagando um tratamento com medicamentos sem eficácia comprovada.

É maior também entre mulheres (85%, contra 73% entre os homens) e entre os mais pobres (82% ante 69% dos mais ricos).

Considerando-se a religião, a parcela dos entrevistados pelo Datafolha que declara ter muito medo de pegar a Covid-19 é maior entre os católicos (61%) do que entre os evangélicos (45%). Já a percepção de que a pandemia está fora de controle não varia tanto entre os dois grupos — fica em 81% e 76%, respectivamente.

Últimas notícias