Concurso: PCDF contrata Cebraspe e anuncia prova de agente para setembro

O edital do certame deve ser publicado em, no máximo, 30 dias. Estão previstas 1,8 mil vagas e o salário é de R$ 8,6 mil

Igo Estrela/Metrópoles

atualizado 06/05/2020 11:43

A Polícia Civil do Distrito Federal assinou, nesta quarta-feira (06/05), o contrato com o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), da Universidade de Brasília (UnB), para a realização do concurso de agente da corporação. O ato foi transmitido ao vivo por meio das redes sociais do diretor-geral da PCDF, Robson Cândido (foto em destaque), e no perfil da corporação. Com a assinatura, a previsão é de que o edital seja publicado em, no máximo, 30 dias e as provas sejam aplicadas em setembro.

Este é um dos maiores concursos da área policial do Brasil. São 1.800 vagas para o cargo de agente de polícia – 600 imediatas e 1.200 para cadastro reserva. O salário inicial dos servidores é R$ 8.698,78. O valor, de acordo com as progressões da carreira, chega a mais de R$ 13 mil.

0

“Agora, vamos trabalhar juntos na elaboração do edital do concurso. Temos o prazo de aproximadamente 30 dias para ter o edital pronto e, após isso, vem a publicação. A prova será aplicada em 90 dias, de acordo com o prazo legal. É uma banca altamente confiável, já trabalhou com a gente. O Brasil todo conhece. Estamos tranquilos com relação a essa contratação e o sucesso na realização de mais um certame”, detalhou o diretor da Administração Geral da PCDF, Silverio Antonio Moita de Andrade.

“É uma data histórica. A PCDF lançando um concurso com 1,8 mil vagas, lembrando que temos mais 300 vagas para escrivão de polícia totalizando 2,1 mil vagas. Tão logo se formem na academia de polícia, a nossa intenção é nomear todos”, garantiu Robson Cândido.

O certame é aguardado desde 6 de setembro do ano passado, quando foi anunciado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB). O concurso para escrivão, que seria realizado em 15 de março, foi suspenso devido à pandemia do novo coronavírus. A corporação ainda não remarcou a data da provas.

Últimas notícias