Deixe os tabus do lado de fora e pode entrar. Tudo sobre sexo, para você gozar a vida.

Por que algumas mulheres hétero não curtem sex toys de pênis? Entenda

Terapeuta sexual explica sobre a cultura falocêntrica, que parte (erroneamente) do pressuposto de que o pênis é o centro do prazer feminino

atualizado 21/06/2021 13:32

Sex toysFoto: Dainis Graveris/Unsplash

Ainda que o início do mercado erótico, no que diz respeito a sex toys, tenha sido composto basciamente por vibradores e próteses com formatos e até cores reais de pênis, este tipo de acessório tem cada vez menos adeptos.

Com os movimentos de empoderamento e naturalização do sexo, a indústria lança quase que diariamente diversas opções de sex toys descaracterizados, discretos e modernos. E pode ficar a pergunta: se mulheres heterossexuais se relacionam com homens, por que muitas delas não gostam de ver o pênis representado explicitamente nos sex toys?

De acordo com o terapeuta sexual André Almeida, o prazer sexual é algo subjetivo, e não necessariamente o formato do pênis irá agradar. “O prazer é muito relacionado a como a pessoa se sente confortável, de acordo com o que ela acredita, valores, estética, sensações. Às vezes algo mais delicado e discreto proporciona mais prazer”, explica.

Falocentrismo

A ideia de que, necessariamente, um sex toy em formato de pênis dê prazer apenas porque a mulher é hétero é parte de uma cultura machista e falocêntrica, que coloca o pênis como o centro de tudo que é sexual e prazeroso.

“Toda a indústria pornográfica e sexual no geral gira muito em torno do falocentrismo. Então partir do pressuposto que o pênis, seja o real ou o sex toy, é o formato que vai agradar faz muito parte disso”, afirma.

Para o especialista, a movimentação do mercado em inovar e oferecer outros formatos para todos os gostos, preferências, orientações e gêneros, é muito positivo para o bem-estar sexual feminino.

“Quando você disponibiliza diferentes formas de prazer para as pessoas, você está democratizando o prazer e possibilitando que essa mulher possua e tome conta do próprio prazer da forma que ela achar melhor”, finaliza.

Últimas notícias