Celebridades, subcelebridades e tudo sobre televisão de maneira ácida e divertida.

Professor TikTok: docente usa plataforma para ganhar atenção de alunos

Pofessô Jão encontrou na plataforma uma forma de se conectar mais com os estudantes e expandir as possibilidades de mostrar o conteúdo

atualizado 17/08/2021 16:36

Reprodução

Com a vacinação avançando cada vez mais, alunos e professores começam a vislumbrar um retorno às salas de aula sem a sombra da Covid-19. Mas é fato que uma geração inteira ficará marcada pelas aulas remotas.

Por sorte, uma legião de docentes duplicaram a criatividade tão comum à profissão e tentaram fazer com que ensinar por meio da webcam também pudesse ser uma experiência boa. E muitos conseguiram isso se valendo exatamente das ferramentas que entretiveram as crianças durante o isolamento.

@jemachadogKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK QUE ✨ÓDIO✨ #professor #aulaonline #foryou♬ som original – João Eduardo

Com 1,4 milhão de seguidores no TikTok, o professor João Eduardo Machado se tornou um fenômeno nas redes unindo vontade de ensinar com o típico humor que conquista a geração Z — afinal, ele tem 19 anos. Segundo ele, a imaginação já era parte do trabalho antes da pandemia, mas as exigências dispararam quando ele se viu longe da criançada.

“Na escola, podíamos fazer trabalho em grupo, uma aglomeração à tarde… On-line, isso é totalmente inviável. Começamos a ter ideias de como cada um, de dentro de sua casa, pudesse se entregar às atividades da mesma forma que no presencial. No meu caso, comecei a trazer muita música, virar amigo deles para, com isso, eles pudessem querer participar da atividade fosse ela qual fosse”, disse o baiano.

@jemachadogKKKKKKKKKKKKKKKKK fizeram minha leitura labial, né? 🥰😭 #professor #aulaonline #foryou♬ It’s The Hard-Knock Life – ✨ A n d r e a ✨

Pofessô Jão, como é chamado, encontrou na plataforma não apenas uma forma de conectar mais com os estudantes, mas de expandir suas possibilidades na hora de apresentar o conteúdo. Então, dá-lhe música, coreografias, comentários engraçados… Tudo isso para captar a atenção dos pequenos confinados nas telinhas do computador.

“A falta de proximidade entre a gente é ruim porque uma das melhores partes de ser professor é o carinho que a gente recebe. Não poder ter isso nos deixa sentidos. A melhor alternativa foi chegar para eles mostrando que queria ser amigo. Óbvio que sempre mantendo o respeito, mas não queria que houvesse essa visão de professor, que pudessem desabafar, pedir conselhos. Consegui substituir, mesmo que não 100%”, garante.

@jemachadogKKKKKKKKKKKKKKKKKK tentando entender a imaginação de quem disse que eu estava dentro do quadro 🤡 #professor #aulaonline #foryou♬ som original – João Eduardo

Não é para todos

João entende que a “tiktokzação” das profissões — a ilusória obrigação de que é preciso produzir conteúdo na internet para ser reconhecido — é um efeito negativo. Por isso, apesar do sucesso, entende que nem todos os professores são obrigados a seguir o trabalho por esse caminho.

“Fico feliz de ser uma inspiração, mas cada professor tem sua forma de lecionar e isso tem de ser respeitado”, garante. Mas, se você é um dos que entendem a plataforma como um bônus no aprendizado, ele dá dicas.

“Divida com o aluno que quer trabalhar com alguma rede social para incluir no conteúdo. O aluno te ensinando a mexer no aplicativo, depois, você ensinando a matéria para o aluno com o aplicativo que ele te ensinou a usar. Divida a sua dificuldade com seu aluno, não queira fazer tudo sozinho. Seja amigo dele!”, completa. 

No YouTube, João explicou como se tornou professor tão jovem. Confira!

Mais lidas
Últimas notícias