Celebridades, subcelebridades e tudo sobre televisão de maneira ácida e divertida.

Marido de Laura Keller se desculpa por festa e pede volta da “vida normal”

Jorge Sousa recentemente virou pai, após a esposa dar à luz Jorge Emanuel

atualizado 20/08/2020 13:39

Instagram/Reprodução

Após a DJ Laura Keller dar à luz seu primogênito, Jorge Emanuel, seu marido, Jorge Sousa, foi criticado por realizar uma festa em um sítio no Rio de Janeiro. O ex-participante do reality A Fazenda foi ao Instagram se desculpar, mas fez um apelo pelo fim da quarentena.

A comemoração aconteceu no último sábado (16/8), e em um vídeo que pede desculpas pelo ocorrido, Jorge diz que arrecadou meia tonelada de alimentos para caridade: “A festa passou um pouco do controle”, admitiu.

0

Na legenda, ele refletiu: “Será que realmente a quarentena existe para todos? Na teoria, ela é linda. Mas na prática realmente existe? Vejo metrôs, ônibus, centro do Rio de Janeiro, praia com aglomerações homéricas”.

“Vejo máscara na testa, no queixo, pescoço, menos nariz e boca”, apontou, antes de falar sobre pessoas que trabalham na área de eventos: “Nossa categoria não aguenta mais, pois essas pessoas trabalham por diária e nem no auxílio emergencial muitas delas se enquadram. Defendo que as pessoas que não são do grupo de risco voltem com suas vidas normais e as que precisam se cuidar fiquem em casa”.

View this post on Instagram

Será que realmente a quarentena existe para todos? Na teoria ela é linda, mas na prática realmente existe? Vejo metros, ônibus, centro do Rio de Janeiro, praias com aglomerações homéricas. Vejo máscaras na testa, no queixo, pescoço, menos nariz e boca. Vejo “fiscais da quarentena” julgando trabalhadores que precisam buscar o sustento da família. Comigo não é diferente, pois nos bastidores tenho vários colaboradores que dependem de eventos para sobrevive. Como por exemplo: DJS, técnicos de som, carregadores, garçons, seguranças, serventes, entre outros que estão a mais de cinco meses sem trabalhar. Nossa categoria não aguenta mais, pois essas pessoas trabalham por diária e nem no auxílio emergencial muitas delas se enquadram. Defendo que as pessoas que não são do grupo de risco voltem com suas vidas normais e as que precisam se cuidar fiquem em casa. Oba: os hospitais de campanha estão sendo desativados e/ou não foram utilizados. Quem está sendo beneficiado com esta quarentena? EU SÓ QUERO O MEU DIREITO DE TRABALHAR !

A post shared by Jorge Sousa (@jorgesousaoriginal) on

Últimas notícias