Celebridades, subcelebridades e tudo sobre televisão de maneira ácida e divertida.

Ex-Fazenda Rafael Ilha e esposa são condenados por tráfico de armas

Cantor, que fez suesso nos anos 1990 no grupo Polegar, foi flagrado em 2014, tentando entrar no Brasil com uma arma sem registro

atualizado 25/06/2021 19:44

TV Record/ Divulgação

O campeão da 10ª edição de A Fazenda e ex-Polegar, Rafael Ilha, foi condenado pela 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) por tráfico de armas. A esposa dele, Aline Kezh Felgueira, também foi condenada.

O casal foi preso em flagrante em 2014 quando tentava voltar do Paraguai ao Brasil via Ponte da Amizade em Foz do Iguaçu, Paraná, portando uma espingarda calibre 12, além de 50 cartuchos de munição.

Na ocasião, o casal alegou à Justiça que a arma sem registros custou R$ 2,5 mil e seria para uso próprio.

Após a denúncia realizada pelo Ministério Público Federal, o tribunal definiu pena de 2 anos, 10 meses e 20 dias de reclusão. Já Aline, cumprirá pena de 2 anos e 8 meses e pagará multa.

0

Segundo o desembargador federal Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, relator do caso, “a autoriado delito é inequívoca,  pois os réus confessaram que a arma e as munições foram encontradas em poder de Aline Kezh Felgueira, enquanto o réu Rafael Ilha Alves Pereira, na mesma circunstância de tempo e lugar, apresentou-se como sendo o proprietário e responsável pelos objetos ilícitos apreendidos”.

Ao UOL, o artista se defendeu afirmando que ainda pode recorrer.  “Ninguém foi condenado em nada porque tá em recurso ainda”, disse.   “Não houve condenação em nada. Ainda tá em recurso, como saiu condenação?”, disparou.

Ilha se tornou conhecido nacionalmente ao cantar no grupo Polegar, boyband de sucesso entre os anos 1990 e 2000. Em 2018, ele se sagrou vencedor do reality da Record, conquistando o prêmo de R$ 1,5 milhão.

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos.

Últimas notícias